ll

segunda-feira, abril 23, 2012

Avenida marginal.Seafront.
[ clique para ampliar ]

11 Comentários:

Às 23/4/12 , Anonymous LCPinto disse...

Ao fazer a reabilitação urbana melhorando as infraestruturas beneficiando o acesso pedonal às praias tornando mais bonitas e limpas, resta, o que não é pouco, desbloquear o empreendimento irlandês, por todas as razões, incluindo o grave problema de estacionamento. A autarquia tinha negociado como contrapartidas, um parque de estacionamento à semelhança do que aconteceu no empreendimento do Hotel Sesimbra Spa a nascente, não chega o esforço que está a fazer em frente ao Campo da Vila Amália (situação provisória), é urgentíssimo que se encontre uma alternativa definitiva a Poente não se confinando pela solução (provisória) do espaço da APSS, com pena de se matar a galinha dos ovos d’oiro.

 
Às 24/4/12 , Anonymous Anónimo disse...

"Ao fazer a reabilitação urbana melhorando as infraestruturas beneficiando o acesso pedonal às praias"???
Tem toda a razão Luís! O senão é para quem? Sesimbra está cada vez mais deserta! Sesimbra (Vila) já não tem gente que possa usufruir destas melhorias.
Urgente é promover o REPOVOAMENTO da vila para que esta não morra!

O "resto" só pode vir depois!

Cumprimentos

 
Às 24/4/12 , Anonymous Anónimo disse...

"Ao fazer a reabilitação urbana melhorando as infraestruturas beneficiando o acesso pedonal às praias"???
Tem toda a razão Luís! O senão é para quem? Sesimbra está cada vez mais deserta! Sesimbra (Vila) já não tem gente que possa usufruir destas melhorias.
Urgente é promover o REPOVOAMENTO da vila para que esta não morra!

O "resto" só pode vir depois!

Cumprimentos

 
Às 24/4/12 , Anonymous LCPinto disse...

Semear para poder colher!
Nunca baixar os braços...Não morrer na véspera...com mais tempo direi mais...Cumprimentos

 
Às 24/4/12 , Anonymous Anónimo disse...

E será que as obras estarão prontas ainda a tempo desta epoca balnear ???

 
Às 25/4/12 , Anonymous Anónimo disse...

Uma vila descaracterizada , sem gente .
Esta é uma outra Sesimbra que não tem nada a ver com pexitos.

 
Às 26/4/12 , Anonymous Anónimo disse...

Ontem passei nas obras da marginal poente e fiquei CHOCADO!!!! Como é possível descaracterizar-se aquela marginal daquela forma?? Que raio de ideia é aquela de assentar uma pedra preta horrível(que nem é bem pedra), num arranjo entre-cortado com outra branca, também horrível (e que também não é pedra)?? Requalificar não é transformar a marginal num passeio dos horrores! O que leva alguém a pensar que aquela solução é melhor do que a que lá estava, ou seja, calçada portuguesa normal, mas que se identifica com a região, que utiliza pedra local, que dá trabalho a pessoas da região, etc., etc.? Pergunto quantos anos (e euros) vai demorar até se conseguir corrigir todos estes erros?
Lamentável.

 
Às 26/4/12 , Anonymous Anónimo disse...

Uma coisa é certa, estará pronta antes das próximas eleições autárquicas, estarei a ver mal?
S

 
Às 29/4/12 , Anonymous LCPinto disse...

Quando se fala em repovoamento, até parece que o assunto é fácil de resolver, mas as leis do mercado ditam as imensas dificuldades, principalmente em localidades com as características da freguesia de Santiago. Há algumas décadas que era previsível a deslocalização para a freguesia do Castelo o que tem vindo a acontecer exponencialmente. Mesmo assim ainda houve iniciativas bem meritórias como exemplo a cooperativa habitacional Chezimbra junto à Estr. de Argéis e as habitações sociais do Bairro Infante D. Henrique agora em construção. Mas uma coisa não invalida a outra quando falava de estacionamento, pensava nos que visitam e alimentam o nosso comércio.

 
Às 29/4/12 , Anonymous SHK disse...

Podemos ter uma das zonas pedonais mais bonitas do país, o problema é que para ser utilizada são precisas pessoas, pessoas que Sesimbra infelizmente não tem. Não tem pessoas porque os novos casais não têm condições económicas para ter uma casa na Vila, e não tem pessoas porque não existe estacionamento capaz na Vila.

 
Às 30/4/12 , Anonymous Anónimo disse...

Concordo totalmente com o anónimo que defende a beleza da calçada portuguesa. Não lembra nem ao diabo substitui-la por um pavimento que nada tem a ver com a nossa tradição.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada