ll

segunda-feira, janeiro 01, 2007

Monumentos e outros edifícios de relevo

Castelo de Sesimbra

fotografia alojada em www.flickr.com     É provável que no período árabe já existisse, no lugar do actual castelo de Sesimbra, uma torre de defesa, mas o actual monumento foi edificado já depois da conquista cristã, iniciada por D. Afonso Henriques em 1165. A vila medieval de Sesimbra situou-se dentro da sua cerca, até que o desenvolvimento da zona Ribeirinha determinou o seu abandono.

Coordenadas: 38 27 05.84 N   9 06 29.23 W

Santuário do Cabo Espichel
fotografia alojada em www.flickr.com     O Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel, ou da Pedra da Mua, situa-se num promontório a Sudoeste da Serra da Arrábida. Trata-se de um local de culto e romagem muito antigo, mas o actual culto da Virgem do Cabo está associado a uma lenda de 1410, segundo a qual a Nossa Senhora teria aparecido a um casal de idosos de Alcabideche. A grande afluência de peregrinos ao longo dos séculos levou a uma contínua ampliação do recinto, principalmente com hospedarias para alojamento dos peregrinos. É o conjunto do recinto delimitada pela Igreja e hospedarias que dá originalidade a este santuário.
      A igreja tem um interior é de uma só nave, coberta por tecto em abóbada onde se desenvolve uma bela composição a fresco, de perspectiva.

Coordenadas: 38 25 12.05 N  9 12 55 51 W

Igreja de Santiago
fotografia da Wikipedia
     Igreja quinhentista, cujo estilo se situa na transição entre o manuelino e o renascimento. A construção iniciou-se em 1533 e terminou em 1564. É a igreja matriz de Sesimbra.
Recentemente foi colocado a descoberto uma antiga porta virada a sul: ver imagem.

Coordenadas: 38 26 40.61 N   9 06 08.77 W

Capela do Espírito Santo dos Mareantes
     A Capela e o Hospital do Espírito Santo dos Mareantes de Sesimbra, edificada nos finais do século XV, encontrava-se associada a um hospital, destinando-se a prestar assistência de caridade e auxílio aos mareantes de Sesimbra, e pertencia à Confraria do Espírito Santo de Sesimbra. O edifício actual foi construído sobre as suas ruínas, que se podem visitar na cave. No século XX chegou a funcionar como biblioteca e abriga actualmente um museu de arte sacra.

Coordenadas: 38 26 37.96 N   9 07 00.73 W

Fortaleza de Santiago
     Construção do século XVII, tendo substituído um baluarte quinhentista erguido durante o reinado de D. Manuel I (1495-1521). A Fortaleza foi edificada sob a orientação do padre João Cosmander, jesuíta de origem flamenga e coronel engenheiro D João IV (1640-1656) . Encontrava-se já ultimada em 1648.

Coordenadas: 38 26 34.34 N   9 06 04.25 W

Igreja da Misericórdia
     Igreja da Santa Casa da Misericordia, edificada no início do século XVI, já se encontrava aberta ao culto em 1555. Sofreu muitas modificações aolongo dos anos; possui uma porta lateral maneirista, de inicios séc. XVII. Abriga a imagem do Sr. Jesus das Chagas, padroeiro de Sesimbra, cuja imagem surgiu milagrosamente na praia da vila.

Coordenadas: 38 26 39.71 N   9 06 02.76 W

Igreja de Santa Maria do Castelo
     A primitiva igreja do Castelo data de 1165, embora só no reinado de D. Sancho I se tenha iniciado a construção de uma igreja maior, em estilo românico-gótico. A actual igreja foi reconstruída, ou sofreu grandes remodelações.em 1721. O templo é de uma só nave, coberta por um tecto simples tendo ao centro uma tela do século XVII que representa a Coroação da Virgem. As paredes são todas revestidas a azulejos de cor azul e branca do século XVIII, de boa qualidade, que figuram momentos da vida de Nossa Senhora.

Coordenadas: 38 27 05.84 N   9 06 29.23 W

Capela de N. S. da Conceição, Alfarim
     Modesto templo seiscentista de planta simples e empena de duas águas, construído a expensas da população local. A sacristia encontra-se ao abandono e inclui uma imagem setecentista de S. Tiago Maior, uma imagem do século XVIII representando a Virgem e o Menino, e um sacrário de talha dourada com a custódia gravada na porta, provavelmente já do século XIX.

Coordenadas: 38 28 37.56 N   9 09 38.54 W

Palácio de Calhariz
fotografia alojada em www.flickr.com     Palácio rural de planta em U, importante exemplar da arquitectura civil de transição da estética maneirista para a barroca, edificado entre 1670-1710. O palácio inclui ainda uma capela barroca revestida por painel de azulejaria monocromática e por embutidos de mármore.

Coordenadas: 38 27 47.62 N   9 03 23.17 W

Casal do Desembargador
fotografia alojada em www.flickr.com


     Edificação rural localizada nas Terras de Calhariz.

Coordenadas: 38 28 20.24 N   9 02 17.49 W

Palácio de Sampaio
fotografia alojada em www.flickr.com     Palácio aristicrático do século XVIII, edificado pelo 1º conde de São Payo, D. António de Lusignan. Na sua capela existe um retábulo neoclassico com uma Senhora com roca. Está decorado com azulejos rocaille. No seu recinto realiza-se, em Setembro, a popular Festa de N. S. da Luz. Desenvolve actualmente actividades de turismo rural.

Coordenadas: 38 27 57.61 N   9 05 43.94 W

Palácio do Perú
fotografia alojada em www.flickr.com     Palácio residencial setecentista, mandado construir por António Cremer, que em 1725 obteve a concessão real do fabrico da pólvora, em Lisboa. A construção original foi destruída pelo fogo, e o edifícico actual data do século XX, segundo desenho do arquitecto Raul Lino.

Coordenadas: 38 31 18.14 N   9 03 37.10 W

Solar da Quintinha
fotografia alojada em www.flickr.com     Solar barroco, situado no lugar da Cotovia, constituído por várias alas modernizadas tendo a principal um terraço apoiado em arcaria corrida. Tem uma capela privativa de fachada muito singela datada de 1738 e possui um altar de talha clássica, em cujo trono figura uma imagem de Nossa Senhora das Dores. O tecto é estucado e ornado com figuras de dois Evangelistas, S. Paulo e S. Pedro e o Agnus Dei. Nas paredes existem quatro telas do final de setecentos em estilo de Pedro Alexandrino. A peça de maior valor da casa é a grande fonte do século XVIII, toda revestida a azulejos azuis e brancos da mesma época, de boa qualidade. A série inferior representa cenas da vida aristocrática e a superior Santo António de Lisboa, a Imaculada Conceição, a Última Ceia e S. Francisco.

Coordenadas: 38 28 23.59 N   9 06 15.08 W

Forte de D. Teodósiofotografia alojada em wikipedia
     O Forte de São Teodósio da Ponta do Cavalo, também denominado como Forte da Ponta do Cavalo ou Forte do Cavalo, de 1652, com projecto atribuído ao engenheiro militar e arquitecto Sebastião Pereira de Frias, integrou, no passado, a linha defensiva do trecho do litoral denominado hoje como Costa Azul, e que, no século XVII, se estendia de Albarquel (em Setúbal) até Sesimbra.

Coordenadas: 38 26 05.21 N   9 07 00.73 W

Farol do Cabo Espichel
fotografia alojada em www.flickr.com     
O Farol do Cabo Espichel data de 1790. Era inicialmente alimentado por azeite, mudando em 1886 para incandescência de vapor de petróleo e, em 1926, para electricidade.

Coordenadas: 38 24 54.97 N   9 12 59.70 W

Quinta da Confeiteira
fotografia alojada em www.flickr.com



     Casa solarenga localizada na Venda Nova, no lugar da Confeitaria.


Capela da Aiana
fotografia alojada em www.flickr.com

     Capela de S. Joao Batista, em Aiana: encontrava-se integrada na herdade agrícola da Aiana de Baixo, tendo sido propriedade do Visconde Asseca.


Quinta da Ferraria
fotografia alojada em www.flickr.com


     Quinta agrícola localizada na Ribeira da Ferraria, actualmente em ruínas, onde é visível esta janela gótica.

: 38 30 31 N  9 07 44 W

1 Comentários:

Às 22/9/09 , Anonymous Ricardo Santos disse...

Bom Trabalho
Ricardo Santos

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada