ll

quarta-feira, setembro 09, 2009

Sesimbra
Caravela Vera Cruz.Replica of an old ship, Vera Cruz.
[ clique para ampliar ]

10 Comentários:

Às 9/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

Onde foi construída? É de um particular ou de uma instituição?

Eu

 
Às 9/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

esta é uma replica daquelas do tempo dos descobrimentos??

 
Às 10/9/09 , Blogger MIGUEL disse...

O Aiola está enganado a caravela Vera Cruz foi construida nos estaleiros de Vila do Conde,mais precisamente no Samuel e Filhos de 1998 a 2000, estaleiros esses que contruiram a "Bartolomeu Dias" (1987-1988) e "Boa Esperança" (1989-1990).
Em Sesimbra tivemos embarcações ai construidas como o Formigueiro,Sebastião Paulo, Menina Encantada,Cais Mar e as traineiras Pombinho e Beatriz Paulo.

Miguel

 
Às 10/9/09 , Anonymous Aiola disse...

A Caravela Vera Cruz, réplica das caravelas usadas nos Descobrimentos, foi construída nos Estaleiros de Vila do Conde.
O objectivo deste projecto é mostrar aos alunos das escolas e populações, as condições e o conhecimento que os navegadores tinham de ter para se aventurarem em mares tão longínquos.
Em parceria com o Instituto Sócio Cultural de Educação e Lazer foi elaborado um Programa de Visitas Escolares para cumprir estes objectivos.
Não nos podemos esquecer que a Barca do Alto, de Sesimbra, também faz parte da História das Descobertas.

 
Às 10/9/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Tem razão, a informação inicial tinha esse erro, mas fora entretanto corrigido.

 
Às 10/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

Está normalmente amarrada na Marina de Lagos, onde se dedica a actividades de interesse histórico-turistico. Salvo erro foi esta a caravela que acompanhou o cruzeiro que ligou Lisboa- Rio de Janeiro nas comemorações dos 500 anos do "achamento" do Brasil. Para quem quer aprofundar os seus conhecimentos acerca deste fantástico cruzeiro, "Vento Meu no Brasil 500" de José Katzenstein.

 
Às 10/9/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

"Achamento" foi a palavra que se encontrou na altura das comemorações para substituir "Descoberta", porque a terra não estava oculta nem perdida. Em todo o caso, o significado é quase o mesmo. Talvez por isso usa-se agora outra palavra: "Encontro". Acho bem.

 
Às 11/9/09 , Blogger joao madail veiga disse...

Sei que há quem tenha muito mais nela navegado que eu, mas esta embarcação da APORVELA esteve em Aveiro a convite da Avela e eu fiz parte da tripulação que a levou até à doca do espanhol em Lisboa, sob o comando do João Lopes.
Foi uma viagem memorável.

 
Às 12/9/09 , Blogger joao madail veiga disse...

João Lucio, João Lucio Lopes, era assim que se chamava o nosso Comandante, que conduziu a Vera Cruz de Aveiro até Lisboa.
Nos canais da minha Ria fui eu que o guiei.
À saída da barra ainda lhe disse:
Comandante, uma milha e meia nos 245 e depois podemos fazer rumo à vontade.
Ainda me calharam dois quartos de leme até Cascais, e bem frios foram, que a viagem foi em Janeiro.
A visibilidade da casa do leme é nula, pelo que a Vera Cruz necessita sempre de um vigia no castelo da popa, numa das amuradas ou na proa.
Linda viagem fizemos.

 
Às 15/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

A Vera Cruz é da Aporvela - Associaçlão de Treino de Vela e está na Doca de Alcântara em Lisboa.
Quem a quiser tripular (confirma-se que ao leme a visibilidade é reduzida) pode fazer-se sócio.
Esteve em Sesimbra durante treze dias para a realização de filmagens. E, quem sabe, voltará em breve...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada