ll

terça-feira, dezembro 25, 2007

fotografia alojada em www.flickr.com
[ blog©Sesimbra - clique para ampliar ]
"Olho Azul": barca de pesca de Sesimbra."Blue Eye": characteristic fishing boat of Sesimbra.

15 Comentários:

Às 25/12/07 , Blogger maria elisa disse...

Espero que o seu Natal tenha corrido bem. Obrigado pelas suas palavras João.
Um beijo

 
Às 25/12/07 , Blogger Kate disse...

When in Mexico I spend lots of time watching the fishing boats when they arrive with the morning's catch. Like the name of this little craft!

 
Às 26/12/07 , Anonymous swt disse...

j.a.
Nesta noite, dia 25, muitos blogues estão fechados.
Aqui até há música!
Costumo gostar de música da Galiza e esta não foi excepção. Valeu!
Contudo,actualmente, englobo a Galiza, naquele dito ..." de Espanha.."
Desculpe-me muito...

 
Às 26/12/07 , Blogger Annie disse...

Merry Christmas from American Fork, Utah!

 
Às 26/12/07 , Blogger J.A. disse...

swt: obrigado pelo comentário.
A Galiza está politicamente integrada na Espanha, mas culturalmente está mais próxima de Portugal. Afinal, o nosso país e a nossa língua nasceram nesta região do Minho-e-Galiza, durante muitos anos dividida por uma fronteira que agora se vai diluindo. No entanto, é por causa dessa fronteira que nos recordamos da trágica história daquele rei louco que se apaixonou loucamente por uma galega — o que é, afinal, a mais bela História de Portugal.

 
Às 26/12/07 , Blogger J.A. disse...

Thank you, Annie. I wish you and your familly a Happy New Year.

 
Às 26/12/07 , Blogger Constança Lucas disse...

Gostei de encontrar as fotos do barco e da concha abaixo
A praia no inverno é mais bonita
Aqui estamos no verão e o calor está ardente

abraços
Constança

 
Às 26/12/07 , Blogger oldmanlincoln disse...

That is a nice looking boat. I like the name too.

 
Às 26/12/07 , Blogger joao veiga disse...

Bom ano a todos.
Que 2008 nos traga a todos bons ventos e melhores malagueiros.

 
Às 26/12/07 , Blogger Swt disse...

j.a.
Sábias palavras.
Vou, por isso, prestar-lhe uma justa homenagem no swt-sulada. Yeah!

 
Às 26/12/07 , Blogger Sailor Girl disse...

Lindo!! Vou tentar referi-la no Atlântico Azul!

(quanto ao postal do círio... enfim...)

 
Às 26/12/07 , Blogger Velas do Tejo disse...

Eu tenho a impressão que estas traineiras~são adaptações de embarcações tradicionais que antigamente andavam à vela.

Estou certo ou estou errado? Se estiver certo alguém me sabe dizer o nome dessas embarcações?

 
Às 26/12/07 , Blogger J.A. disse...

Aqui trata-se de uma "barca do alto" de Sesimbra, usada tradicionalmente na pesca do anzol; um desenho deste tipo de embarcações encontra-se no livro de 1892 de Baldaque da Silva, que lhe chama "canoa" (imagem). Estas barcas, no entanto, engordaram um bocadinho com a introdução dos motores (inicialmente, grandalhões), algo que julgo ser visível na fotografia. O ganho de energia motriz justificou talvez uma perda de hidrodinamismo, que seria crucial no tempo da vela.

As traineiras só surgiram aqui na década de 1920, inicialmente designadas como "cercadoras", e possuem formas diferentes, que julgo terem sido importadas de outros portos (nomeadamente com 2 tipos de popa, designadas como popa "de leque" e em forma de "ovo", salvo erro).

As traineiras constituiram inicialmente um choque cultural em Sesimbra, como arte de pesca estranha e com uma forma de organização da companha já influenciada pelos modelos do liberalismo (capitalismo), diferentes da estrutura da companha tradicional. No entanto, acabaram por se integrar. (também houve um tempo, que eu conheci, em que um arrastão não entraria em Sesimbra sem risco para os seus tripulantes, e hoje lá estão placidamente encostados ao cais). Em breve publicarei fotos de uma traineira mais a respectiva enviada.

No entanto, o ponto forte de Sesimbra continua a ser o anzol, onde os seus pescadores são imbatíveis. Também aqui existem muitas artes de redes, mas o respectivo benchmarking estará noutro lado.

O último mestre carpinteiro naval de Sesimbra, Acácio Vidal Farinha, ainda em actividade, e o seu filho Rui, é que constituem a memória certa destes saberes, ameaçados pelo facto da potência motriz e das fibras de vidro permitirem fazer barcos com a forma que se queira: tudo navega. Mas porque será que os fazem tão feios?

 
Às 27/12/07 , Blogger Sailor Girl disse...

Bem... o que uma pessoa aprende por aqui...

 
Às 28/12/07 , Blogger aiola disse...

Não és esbelta, és airosa, tens porte feminino, anca larga de boa parideira, formas arredondadas como a mulher mediterrânica. Tiveram razão os Sesimbrenses ao darem-te o nome de barca, quem te olha descobre facilmente a tua feminilidade.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada