ll

terça-feira, fevereiro 08, 2011

Tanto trabalho para deixar a marca humana na paisagem, e depois vem um rafeiro qualquer e assina a obra?After so much architectural work, some stray dog comes in and just signs it?
[ clique para ampliar ]

6 Comentários:

Às 8/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

Fica a ser o passeio da Fama Canino!
Só falta a estrela e o nome do "Canito artista".

 
Às 10/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

Não só assinou a obra como vemos, mas também "regou" a semeadura despropositada de "paulitos" que a Câmara de Sesimbra teima em plantar nas várias ruas.
Porque será tanto mau gosto?
Zé de Miranda do Douro

 
Às 11/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

É verdade, "paulitos". Má solução! Quem será que recebe a dita comissão por tantos "paulitos" aplicados.
Milhares de "paulitos", porquê não trabalham a montante em vez de de tanto mau gosto? Trabalho de rua faz calos? As mentalidades mudam-se com "paulitos" horriveis? Ah! "paulitos" faz parecer modernidade? Mas modernidade é haver ruas francas, abertas, limpas e isentas de tantos "paulitos". Assim, talvez sejamos socialmente mais evoluidos, dizer ao mundo que Sesimbra vive a Urbe sem ter "paulitos"
Xutos e Pontapés

 
Às 11/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

É mais facil por "paulitos" do que assumir "paulitos".

 
Às 11/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

Realmente não são lindos mas existe outra solução contra o estacionamento selvagem que se pratica na vila? Principalmente no Verão, os passeios rotundas, caminho para o porto de abrigo, etc, tudo ocupado por carros.

 
Às 12/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

Claro que existem outras soluções!
Mas as soluções têm custo!
O ordenamento sustentado passa pela forma como se encontram soluções, não na forma como se ganha comissões!
A diferença entre uma solução sustentada e outra de recurso eleitoral, só agrada o "inglês" que cobra honorários, a fazer asneira seguida de asneira.
Até quando o erro vai permanecer?
Zé dos "paulitos"

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada