ll

quinta-feira, janeiro 27, 2011

O Sesimbrense, Janeiro de 2011.Local newspaper, January 2011.
[ clique para ampliar ]

19 Comentários:

Às 27/1/11 , Blogger Steffe disse...

What does it say?

 
Às 27/1/11 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Remembering the cyclon of 1941, Jonas is the new Deacon, Sesimbra refused the absolut majority to the winning candidate, photos of New Year feast, Municipal budget for 2011 is shorter, local newspaper Raio de Luz 36th aniversary, Becket theatre in Sesimbra, the story of the cake Almirantes...

 
Às 28/1/11 , Anonymous Anónimo disse...

Sem esquecer o sismo e tsunami de 1755 (dos quais não há memória viva), eu emendava a legenda da foto para: "... assinalam-se os 70 anos da maior catástrofe NATURAL que atingiu Sesimbra, ...".
É que catástrofes com origem antrópica, Sesimbra tem tido bastantes.

 
Às 28/1/11 , Anonymous Anónimo disse...

Uma primeira de página de luxo indiciando bom conteudo, demonstrando que se pode fazer bom jornalismo ao nível de imprensa regional.
Parabéns!
SSempre

 
Às 28/1/11 , Anonymous Anónimo disse...

Sesimbra ainda é Portugal e o Presidente de todos os portugueses é Aníbal Cavaco Silva, quer alguns queiram quer não.
Viva Portugal

 
Às 28/1/11 , Anonymous Anónimo disse...

Sesimbra ainda é Portugal e o Presidente de todos os portugueses é Aníbal Cavaco Silva, quer alguns queiram quer não.
Viva Portugal

 
Às 28/1/11 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Agradeço os comentários.
A que propósito o terramoto de 1755 foi, para Sesimbra, uma catástrofe maior? Quantas pessoas morreram? Quantos barcos foram destruidos? Ficou Sesimbra sem meios de subsistência?
Um terramoto, obviamente, é também um fenómeno da Natureza.

 
Às 29/1/11 , Anonymous Anónimo disse...

catástrofes, 30anos a votar nos comunistas em sesimbra e estamos como estamos,sem vias viárias , infraestruturas etc.

 
Às 29/1/11 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Sem vias viárias nem infraestruturas? Nem a oposição já usa esse argumento. Actualize-se: leia O Sesimbrense que estão lá os novos argumentos da oposição.

 
Às 2/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

Ora aí está uma coisa que não se compreende (pelo menos eu, talvez seja ignorância minha)como é possivel consentir que um homem casado, com filhos e com uma profissão, vá agora celebrar casamentos e baptimos, ou seja, fazer o trabalho dos Padres.
Então e os Padres servem para quê agora?
Também são homens, não?
Porque não terem direito também a uma vida normal como este senhor?
Por estas o outras é que eu sou uma pessoa revoltada.

 
Às 2/2/11 , Anonymous LCPinto disse...

No editorial “As duas casas”, bem se podia argumentar “As duas causas”: Uma catástrofe natural o ciclone que destrói em pouco tempo a Agricultura e as Pescas, independentemente da vontade do homem; e a outra imoral, resultando da “burrice” do homem “em nome duma economia Europeia (sem culpa nenhuma) que tem vindo a destruir a sua Agricultura e as suas Pescas”.
No excelente artigo sobre o Ciclone de 1941 desconhecia o desenvolvimento da catástrofe e a preciosa participação de Rafael Monteiro sobre a avaliação dos estragos em tempo record.
Continuo a navegar nas Ondulações.
Ao nível nacional, choca-me uma sondagem vergonhosa encomendada sabe se lá por quem e com que intenção, que veio a “lume” recentemente em que os Portugueses dizem que estamos pior do que antes do 25 Abril … leiam o que diz Inês Pedrosa no artigo “Memória, precisa-se”: “os portugueses têm memória de passarinho” e arremata “A democracia dá mais trabalho do que a ditadura, pois é. Uma chatice” … Vale a pena!

 
Às 2/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

Corroboro e acrescento ao comentário do anónimo de 02-02-2011.
Será que um diácono pode/deve estar "ligado" a partidos políticos e ter emprego numa autarquia?
Fica aqui a pergunta.

 
Às 2/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

ModaFashionSesimbra
No Sesimbrense, leio com espanto que a Fortaleza encerra para diagnóstico, tipo check-up ao seu estado de saúde, - e já lá vai 73 mil euros num prazo de 60 dias, cerca de 1200 euros/dia, - penso que não é a primeira vez que se faz este tipo de diagnóstico, porque no edifício adquirido pela Câmara junto ao Central, também foi objecto de medidas idênticas.
Convém reter o nome da empresa OZ que presta este serviço, porque ao nível da sua actividade é muito provável que seja chamada de urgência para fazer um check-up ao Orçamento municipal para 2011.
SSempre

 
Às 2/2/11 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Caro comentador: o que foi feito no edifício junto ao Central foram apenas sondagens no subsolo, para que as fundações do edifício possam ser bem calculadas. No caso da Fortaleza é algo mais complexo, com verificação do estado de conservação de toda a construção. É um check-up caro, mas que foi imposto pelo IGESPAR: o Estado não tem dinheiro para recuperar o Cabo Espichel, mas impõe à Câmara tratamento de luxo para a Fortaleza.

 
Às 2/2/11 , Blogger J.A.Aldeia disse...

A figura do Diácono e as suas funções não são novas na Igreja Católica. É verdade que muita gente pensa que um casamento feito por um Diácono não é a mesma coisa que por um Padre, mas a entidade que dá essa autoridade aos Diáconos é a mesma que a dá aos Padres. E não é concedida a qualquer um: há um longo período de formação e prestação de provas.

 
Às 3/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

Caro João,
Agradeço a explicação, mas a verba afectada com o diagnóstico, condição obrigatória – exigida pelo IGESPAR, não deveria estar inscrito no orçamento global de 6,5 milhões de euros que será financiada pelo QREN em cerca de 50 por cento?
SSesimbra

 
Às 3/2/11 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Essa candidatura foi apresentada em 2008, e a exigência do Igespar data de 2010.

 
Às 5/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

Fiquei elucidado sobre o assunto, mas custa-me a admitir que depois de verbas orçamentadas, se exijam procedimentos que envolvam custos não desprezíveis, pagos por todos nós …
E o tempo que mediou entre 2008 e 2010 foi de reflexão? Tempo é dinheiro!
A IGESTAR paga pelos dinheiros públicos, também tem que mostrar serviço, não é!
Depois ninguém percebe o porquê das derrapagens orçamentais e temporais …
SSempre

 
Às 9/2/11 , Anonymous Anónimo disse...

" Anónimo disse...
Corroboro e acrescento ao comentário do anónimo de 02-02-2011.
Será que um diácono pode/deve estar "ligado" a partidos políticos e ter emprego numa autarquia?
Fica aqui a pergunta.

2/2/11"

Não é o que têm feito os padres todos?
A única diferença é que não vemos os padres num serviço da câmara...
Pelo menos eu fico mais satisfeito por ver o Jonas na paróquia do Castelo que o anterior fascisóide que lá andava. Esse sim, não era digno de vestir o hábito de forma alguma!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada