ll

sábado, abril 03, 2010


 
Queima do Judas, no adro da Igreja de Santiago."Burning of Judas", a longtime tradition, at noon, Holy Saturday.
[ clique para ampliar ]

11 Comentários:

Às 3/4/10 , Blogger Gunn disse...

More action, where you are....
Unusual and something I have never seen here.
Interesting and new to me.

 
Às 4/4/10 , Blogger Liliana disse...

This is the best blog in the world! Thank you for all your contributions. I check your blog every day - Feliz Páscoa!

 
Às 4/4/10 , Anonymous Sesimbrense atento disse...

Não estou a compreender uma coisa!!!
o Sr. Padre de Sesimbra na missa da manhã de quarta feira na capela da Misericórdia disse com as palavrinhas todas que a queima do judas em sesimbra era a coisa mais ridicula que já tinha visto, e afinal há a queima do judas no adro da igreja dele???? Esse Sr. ou não sabe o que diz ou... (não vou dizer o nome que me está a vir à cabeça para não ser mal interpretado pela população). Ele devia era pensar duas vezes antes de dizer as coisas.

 
Às 5/4/10 , Anonymous Anónimo disse...

Pura nostalgia...mas no meu tempo era com as enormes vara dos barcos para ser o primeiro a bater agora com aqueles pauzinhos só batem no Judas quando estiver todo ardido e no chão.

 
Às 5/4/10 , Anonymous Anónimo disse...

O pexito atento ou talvez nâo ? O Srº.padre A.Silvio Couto desde que me conheço é o Padre mais sincero e sério ,nao sou beata de sacristia e quando o vou ouvir quer nas conferências ou ouvir a palavra do SENHOR não para fazer julgamentos,ou é daqueles que só vai atras da imagem do srº.das Chagas para ser visto ou dar nas vistas, porque quem telhados de vidro nao manda pedras ao telhado do vizinho. Porque a queima do judas que se faz em Seimbra neste momento sem sentido Biblico .só para turista ver obrigada Srº Aldeia pelas belas fotos se poder gostaria de ver publicado o testamento do judas dado no atrio da nossa Igreja

 
Às 5/4/10 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Envie o testamento que eu publico.

A queima do Judas tem origem no conhecido episódio bíblico da traição de um dos Apóstolos, mas também está associada a uma sinistra "tradição" europeia, e em que os portugueses, infelizmente, também se destacaram: a da perseguição dos Judeus.

Acho muito bem que a Paróquia assinale esta tradição com um sentido mais próximo da doutrina cristã — não vejo qual possa ser o problema.

 
Às 5/4/10 , Anonymous Anónimo disse...

Aqui vai duas quadras

Deixo ao padre, de ar ameno
Que merece boas obras
Um frasco d´anti-veneno
p´rás mordidelas das cobras

Deixo a todos os presentes
As ruas p´ra passear
Uma prótese com seis dentes
P´ra quem me quiser trincar

 
Às 5/4/10 , Anonymous Anónimo disse...

Nao se esqueça das perseguiçoes dos cristãos ainda nos nossos dias e o que os judeus fazem ,nao devemos aceitar perseguiçoes venham elas de quem vier

 
Às 5/4/10 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Não acho que a religião, seja ela qual for, seja desculpa para perseguições como aquelas que foram feitas aos Judeus em Portugal; nem as relativizo por comparação com outras, feitas noutros lados e em nome de diferentes religiões ou ideologias políticas. Os indivíduos são responsáveis pelos seus actos, e lamento que antepassados nossos tenham feito coisas tão horríveis como o massacre de 1506, ou o apoio popular dado aos autos de fé do tribunal da Inquisição. E é disso que me lembro ao ver a queima do Judas.

 
Às 9/4/10 , Anonymous Anónimo disse...

O senhor aldeia tem que ir ver melhor o que eram os autos de fé... num auto de fé não se queimava ninguém... Isso é tudo mais uma vez o estereótipo... quando se queimava alguém, era noutra ocasião que não o auto. O nome de uma coisa foi associado á outra depois, mas são duas coisas qure não t~em nada a ver... Corrija lá, porque custa ver num blogue muito aceitável a perpetruação do erro histórico já mais que desmentido por todos os académicos sérios...

 
Às 10/4/10 , Blogger J.A.Aldeia disse...

O estereotipo é criticável, mas a hipocrisia é pior: é condenável.

No final dos Autos-de-Fé, os condenados eram entregues ao "poder secular", que então os matava, pelo fogo ou (pena mais leve) pelo estrangulamento. Assim, e formalmente, a Igreja não matou um único daqueles que condenou à morte: apenas os torturou e julgou. Depois, "lavava as mãos", como Pilatos.

Creio que nem a Igreja, actualmente, insiste muito nessa diferença bisantina — e hipócrita.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada