ll

quinta-feira, dezembro 17, 2009


Rua Amália, ou 2 de Abril.Amalia st. (or April 2 st.)
[ clique para ampliar ]

6 Comentários:

Às 18/12/09 , Anonymous Anónimo disse...

é uma vergonha e uma falta de
respeito o estacionamento
automóvel nesta rua, deplorável.

 
Às 18/12/09 , Anonymous Anónimo disse...

a passividade é por demais

 
Às 18/12/09 , Anonymous Anónimo disse...

Vergonhoso ,lamentavel e de uma falta de respeito gritante,os moradores e todas as outras pessoas que por aqui passam,nao pode utilizar os passeios,as obras nao cumprem normas de segurança uma vez que nao existem redes de proteçao para eventuais acidentes de trabalho!!!fiscalizaçao preciza-se,urgentemente1

 
Às 19/12/09 , Anonymous Eta é Pa Ti disse...

Com que largura ficará essa rua? Quantos sentidos de trânsito tem/terá essa rua? Como será o estacionamento nessa rua? Quem o controlará? Porque não está a obra devidamente vedada com tapumes? Como fica o local aos fins de semana? Quem controla/fiscaliza o quê? O que faz a Câmara para disciplinar o estacionamento? Quem supervisiona a vila todos os dias? O território é o "filho" da Câmara. Mas, parece que esta o deu para adopção!

 
Às 22/12/09 , Anonymous Anónimo disse...

e o resto? e a legitimidade de autorizar um predio desta envergadura junto a duas vivendas? ninguem fala disso? será mesmo arquitecto o nosso presidente da câmara?

 
Às 23/12/09 , Anonymous Anónimo disse...

e assim a Vila desaparece no seu mais bonito visual antigo.Continua
o bota abaixo velho e constrói um
mamarracho de 3,4 andares.
Em vez de remodelar deixa destruir,
e depois digam que há crise turistica.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada