ll

quarta-feira, dezembro 16, 2009

António Manuel Cagica Rapaz na Biblioteca aquando do lançamento do seu penúltimo livro. Fotografia enviada por Luís Filipe Pinto.Photo of António Manuel Cagica Rapaz at the presentation of one of his books. Cagica Rapaz died some days ago.

Homenagens na blogosfera:
Pedras no sapato     Villa Lusitana     Pedro Mendes     Magra Carta

3 Comentários:

Às 17/12/09 , Blogger mili disse...

Não conhecia, mas por tudo quanto li neste blogue, era um ser humano muito amado pela famíla e pelos Sesimbrenses, deixando muita saudade. Os meus sentimentos à família, e que a sua alma descanse em paz.

 
Às 17/12/09 , Anonymous LCPinto disse...

Seria de toda a justiça que no átrio da Biblioteca, onde se faz a promoção de Artes e Letras com ou sem patrocínio da CMS, estivesse em destaque a obra literária do Sesimbrense António Cagica Rapaz.
Para os que não acompanharam o seu percurso literário, ele legou obras como: “Noventa e tal contos”, “Líbero e Directo”, “Bonecas Russas”, “Janela com escritos”, “Conversas com versos e com ventos”, “Que País é este?” , “Tratar da vida”, colaborou no “O que veio à rede”, conjuntamente com António Reis Marques e Rafael Monteiro com a coordenação de Paulo Pitorra, anos a fio como cronista do Jornal O Sesimbrense, penso que não foi coisa pouca.
Essas pessoas que têm a responsabilidade da Cultura no Concelho, deveriam tomar a iniciativa, não se esqueçam que a Biblioteca é de todos os Sesimbrenses, e que a vida é efémera…deitem para “trás das costas” os credos políticos que tanto azedume cria.

 
Às 18/12/09 , Anonymous Anónimo disse...

Grande perca para Sesimbra o desaparecimento do Cagica Rapaz!
Um eterno obrigado António.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada