ll

terça-feira, setembro 22, 2009

Sesimbra
Uma das melhores frases nos cartazes da campanha eleitoral para as autárquicas."A new life for [the electoral division of] Santiago": one of the best lines in the posters for the municipal elections.
[ clique para ampliar ]

17 Comentários:

Às 22/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

Podia ser perfeitamente um cartaz do CDS de apelo demagogico à vida, aproveitado para fins eleitoralistas...

 
Às 22/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

O Senhor Joao Aldeia, entao voce nao gosta que se fale em politica no seu blog, e a imagem do dia e o cartaz do (pcp), ha outros partidos em Sesimbra, ou todos ou nenhum.

 
Às 22/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

pois sim, agora sim se percebe porque nao colocou a foto dos vencedores da regata das aiolas no passado dia 20, porque um deles é candidato á junta de freguesia de Santiago por parte de outro partido.

 
Às 22/9/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

     Este post é perfeitamente coerente com o conteúdo do blog: é um blog de fotografias, que faz um relato visual da vila relativamente a assuntos que me chamam a atenção. A vila tem agora bastantes cartazes, com mensagens que espelham as propostas de cada candidatura, sendo interessante tentar adivinhar o que pretendem transmitir nas curtas frases que este meio de comunicação permite. Já fotografei cartazes de todas as candidaturas colocados em Sesimbra, que irei publicando ao longo dos próximos dias, comentando-os apenas enquanto cartazes e sem que isso signifique propaganda eleitoral. Costuma-se dizer que "há mais Marias na terra", e é verdade: os cartazes eleitorais podem ser vistos de muitos modos, e também como objectos gráficos.
     Não me parece que cartaz faça o apelo à vida, no sentido em que esse tema foi debatido há algum tempo quando se falou da despenalização do aborto. O que o cartaz diz é que a candidata à Junta se propõe trazer uma vida nova, ou seja, uma política nova, para esse órgão. Tratando-se de uma candidata jovem e dum partido diferente daquele que ganhou as eleições anteriores, é uma mensagem coerente. O grande achado encontra-se na associação entre esta mensagem e o facto da candidata estar grávida, preparando-se para, literalmente, trazer uma nova vida para a comunidade.
     Imagino que haja algumas pessoas que queiram aproveitar discussões interessantes, como pode ser esta em torno dos cartazes, para fazer propaganda a favor ou contra determinado partido. Como já tenho dito noutras alturas, terão de ter paciência e de ir bater a outra porta. Não sou contra as campanhas eleitorais — no jornal O Sesimbrense procurei contribuir seriamente para esse esclarecimento — mas cada coisa tem o seu local adequado.

 
Às 22/9/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Ao último anónimo: não faço ideia de quem seja essa candidata nem qual o partido. Mas coloco-lhe um desafio: diga o nome, se eu tiver uma foto em que ela apareça. publicá-la-ei. Uma mulher que se classifica na regata de aiolas e ainda por cima é candidata a um cargo político, merece uma menção.

(Não há dúvida que certos comentários, de tão absurdos, até acabam por nos fazer sorrir — o que faz bastante falta.)

 
Às 22/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

Acho lamentavel alguem se aproveitar da gravidez para fins políticos.

 
Às 22/9/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Não sou da sua opinião: o nascimento é um acto natural, não é nenhum tabu. E as analogias e metáforas constituem a essência da criatividade humana: a comunicação seria impossível sem elas. Moralismos a fazer-nos calar não fazem falta nenhuma. E em todas as campanhas se recorre a matáforas e analogias, por vezes até de forma bastante sub-liminar. Veremos nos próximos cartazes.

 
Às 22/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

O candidato do outro partido que o anónimo atrás se deveria estar a referir era artur pereira candidato á junta de freguesia de santiago e vencedor da regata das aiolas pelo segundo ano consecutivo

 
Às 22/9/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Mas eu já fiz um link para foto do Artur Pereira. Se acham que publicar a foto pode ajudá-lo a conquistar votos, publico-a já amanhã. Seria uma coisa positiva para este blog ser "acusado" de ajudar a eleger um candidato, só por publicar a sua foto como vencedor de uma regata de aiolas. Será que o humor e a boa disposição também vão chegar à campanha autárquica sesimbrense? Oxalá.

 
Às 22/9/09 , Anonymous Filipe Fráguas Mateus disse...

Boa Noite,

Quero esclarecer, desde já, que sou de direita, agnóstico, de origem judaica e com muito orgulho em ser português e que sinto Sesimbra como a minha terra apesar de ter nascido em Lisboa. Sinto e vivo Sesimbra. Ora esta introdução serve para situar que não serei certamente um seguidor do criador deste site mas que reconheço o serviço ímpar criado por este blog formidável. E mais! É de admirar a paciência e também a sapiência em aturar os anónimos que nada contribuem para o sucesso desta bela terra. Já repararam que a grande maioria dos elogios vem de fora? Será que não temos por um lado a coragem de nos identificarmos e por outro lado de saborear o paraíso desta nossa terra?(abusivo da minha parte... eu sei) Apelo sinceramente para uma atitude diferente e que creio será na verdade o sentimento de todos os que amam Sesimbra.

Filipe Manuel Fráguas Mateus
filipemateus@sapo.mz

 
Às 23/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

Passo a transcrever um excerto do texto que escreveu Miguel Sousa Tavares no Expresso do passado sábado:


"Penso nisto, enquanto tomo o meu cafezinho da manhã no estabelecimento do sr. Antunes e meditando no que tinha lido antes de vir para cá, na net: os comentários online de leitores de dois jornais portugueses à campanha eleitoral em curso. Não sei francamente, que tipo de amostra representarão eles dos portugueses de Portugal. Não faço ideia, não me atrevo e nem desejo especular. Mas ali encontro, derramados em todo o seu esplendor (e como em tantos outros sites e blogues da net), os dois piores defeitos, se não mesmo características, do portuguezinho: a inveja e a cobardia.

A inveja dos medíocres para com os que se destacam ou triunfam, e a cobardia dos anónimos, dos que só têm coragem quando o inimigo está de costas ou a mão que atira a pedra é escondida. Já o disse uma vez e já o penso há muito: a net e o seu anonimato garantido parecem inventados de encomenda para servirem os piores defeitos dos portugueses. Não que a política ou os políticos não mereçam tantas vezes desconsideração ou mesmo repúdio. Mas o teor e a arrogante ignorância destes comentários, a viscosa inveja que deles transparece sem subterfúgios, o tom de ofensa e calúnia pessoal com que tratam qualquer político, as escabrosas difamações pessoais como argumento de razão, são simplesmente deprimentes e chegam a ser revoltantes.

Não conheço nenhum povo que trate assim o poder e os seus governantes, nenhum que tenha a soberba de achar-se sempre melhor, infinitamente mais sério e mais inteligente do que os seus governantes. Palavra de honra que, embora tantas e tantas vezes eu próprio me irrite e revolte com a política e os políticos, custa-me perceber como é que alguém ainda tem vontade de fazer política em Portugal: eu não aguentava nem quinze dias!

Repito que ignoro o que valem estas amostras ou as conversas de café que escutamos. Mas convém não esquecer que esta é a mesma gente que, enquanto amochava silenciosa e obedientemente durante cinquenta anos, fazia do Zé Povinho o herói nacional, símbolo da coragem cívica. Não percebendo que o Zé Povinho representa o pior de Portugal: o tipo que faz manguitos aos poderosos - não por serem poderosos, mas por os invejar. E que só o faz pelas costas. Porque, pela frente, come e cala, não arrisca nada de nada e vai para a net destilar inveja e despejar insultos sobre todos os que acha que ocupam o lugar que, por direito próprio, deveria ser seu"

 
Às 23/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

Grande Rei Artur, estamos contigo...

 
Às 23/9/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

     Agradeço o comentário de Filipe Mateus. Há, de facto, um discurso exageradamente pessimista, sobre a terra onde vivemos, como em geral sobre o país; mas também acontece o seguinte: as acções concretas das pessoas (por exemplo, no acto de votar) nem sempre coincidem com esse pessimismo. Parece haver uma matriz arcaica em muitos indivíduos que os leva, no discurso, a deformar certos aspectos da realidade para favorecer a sua própria posição negocial (tal como o vendedor de tapetes nas feiras diz estar a vender com prejuízo), daí o dizerem sempre que tudo foi mal feito, que cada ano é pior do que o anterior, etc. Vivemos na era do "preço fixo" mas a nossa psicologia é a mesma de há 10 mil anos.
     Miguel Sousa Tavares é brilhante nos seus escritos, é dos jornalistas que gosto de ler, mas parece-me ser apenas uma versão culta dessa tal tendência pessimista que tudo arrasa. As pessoas são seres muito complexos, mesmo quando o não parecem, para que o seu comportamento possa ser resumido em duas palavras.

 
Às 23/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

Estamos em plena campanha eleitoral e um pequeno gesto, uma foto, uma atitude, um olhar, uma frase, uma palavra... podem influenciar o eleitorado. O SR Aldeia sabe isso e muito mais. Assim não!

 
Às 23/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

Antes aquela cara bonita do que o susto do carão do Jerónimo.
Aproveito para sugerir que, passadas as eleições, os senhores da CDU retirem os cartazes em vez de os deixarem ficar meses a fio como fazem também com a festa do Avante.

 
Às 23/9/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Imagino que alguns blogs se tenham em grande consideração, pois apregoam com alguma frequência e veemência as suas próprias virtudes, mas não é esse o caso do blog Sesimbra: tenho a certeza de que não influenciamos o voto de ninguém. Pode haver muita coisa que determine os resultados eleitorais, mas não umas fotos de cartazes publicadas num blog: trata-se apenas de informação e cultura fotográfica. Porventura o principal serviço público que se presta aqui é o de permitir que algumas pessoas desabafem acerca da monotonia que domina as nossas vidas — e não seria pequeno feito.

 
Às 24/9/09 , Blogger Cagica da Galé disse...

È certo que estamos em campanha eleitoral,e que muito possam ficar melindrados , como também é certo que o João não teve qualquer interesse em fazer politica no seu blogue e que este post é apenas a visão que o autor tem através da sua objectiva.
Compreendo perfeitamente as posições politicas tomadas pelas pessoas de outros partidos , mas o João quando tirou esta fotografia não foi certamente com interesse politico ou partidário, é claro que neste momento é difícil de explicar,mas acho que basta ver este blogue para entender a importância que o mesmo tem no passado e no presente da nossa Vila e perceber que esse interesse não é certamente partidário.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada