ll

sábado, agosto 29, 2009

Sardinhas em conserva MILI, com a própria Mili frente à Praínha. O original pertence ao Museu Municipal.MILI: an old brand of sardine conserves from Sesimbra.
[ clique para ampliar ]

13 Comentários:

Às 29/8/09 , Blogger Swt disse...

Que graça de embalagem!

 
Às 29/8/09 , Blogger mili disse...

Foi com muita alegria que vi um anúncio com o meu nome, e em Sesimbra!!! que delícia! muito e muito obrigada por me mostrar.

 
Às 30/8/09 , Anonymous Anónimo disse...

Actualmente a Sesibal (Cooperativa de produtores de Sardinha) tambem produzem conserva de sesimbra acontece que não utilizaram a imagem da vila como à muitos anos e deixaram de produzir porque não apostaram nem na divulgação e muito menos no markting.
Já em Setubal com a ajuda da Camara e com uma imagem mais apelativa têm comercializado muito bem.
Pena que algumas pessoas dessa cooperativa se tenham acomudado ao longo do tempo, penalizando a comercialização e divulgação da conserva de sesimbra.

 
Às 30/8/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Não sabia que a Sesibal tinha deixado de produzir conservas de sardinha e cavala de Sesimbra. Tem a certeza? É que continuam à venda, pelo menos num estabelecimento de Sesimbra.

Estes produtos necessitam de campanhas de marketing que são muito caras (incluindo o desenho das embalagens) e que não se justificam para produções muito pequenas, como acontece com as conservas da Sesibal — nem me parece que uma empresa de pesca, como é o caso, pudesse lançar-se numa tal aventura comercial. Também não creio que o dinheiro de uma autarquia deva ser gasto a promover o produto de uma determinada empresa. Creio que em qualquer dos concelhos as vendas sejam marginais, podendo ser maiores em Setúbal, em termos absolutos, por essa cidade ter mais população do que Sesimbra.

 
Às 30/8/09 , Anonymous Anónimo disse...

A Sesibal continua a produzir as conservas de Sesimbra. Que continuam a ter uma boa procura no mercado regional. Em minha opinião a imagem das conservas de Sesimbra é muito mais apelativa e até vende mais o produto. Mas a direcção da Sesibal é que defini o marketing para divulgar as conservas. A sede da cooperativa é em Setúbal, logo é legitimo que haja uma maior aposta das conservas de Setúbal.

 
Às 30/8/09 , Anonymous Anónimo disse...

A Sesibal com o Peixe capturado em Sesimbra, Setubal e sines porduz conserva mas de uma forma independente, ou seja se formos aos Pingo doce de Sesimbra encontramos conservas da sesibal com a capa de setubal e não a de Sesimbra e essa conserva segundo consta reverte somente para os pescadores de Setubal.
Isto porque as pessoas responsaveis da organização não souberam mandar fazer uma caixa apelativa da conserva de sardinha,e a actual está muito pior do que essa da Mili.
A ordanização de produtores de sardinha de Matosinhos fizeram embalagens com fotos antigas e no verso as actuais embarcações, já a de sesimbra apenas tem uma sardinha ou cavala.

 
Às 30/8/09 , Anonymous Anónimo disse...

As conservas de Sesimbra foram divulgadas no inicio do lançamento,aqui em portugal e em mais 3 cidades europeias, penso talvez que não tenha havido interesse no investimento em prol da sua divulgação.Ainda hoje se continua a fazer trabalhos culinários com essas conservas.
Sem a divulgação merecida.

 
Às 31/8/09 , Anonymous Anónimo disse...

Qualquer pessoa que entenda um pouco de marketing sabe que as sardinhas de Sesimbra, têm uma embalagem mais apelativa. Só não são mais vendidas e conhecidas porque a empresa Sesibal não tem estratégia comercial.

 
Às 31/8/09 , Anonymous Anónimo disse...

Sr. Aldeia na minha opnião a caixa da conserva de Sesimbra não me diz nada embora o conteude seja o mais importante, acontece que na maioria das vezes os Portugueses comem mais com os olhos do que com a barriga e no caso das de Sesimbra as pessoas responsáveis fizeram muito pouco pela imagem da mesma.
Se alguem tiver uma caixa das conservas de Sesimbra que enviem pois podem constactar que fizeram uma caixa à tres pancadas quando podia-mos fazer uma com a imagem e a certificação da nossa terra.

 
Às 31/8/09 , Anonymous Anónimo disse...

Aguem que me explique como uma cooperativa de 3 terras individualiza as suas conservas.
Sei que é uma cooperativa que tem uma direcção eleita, mas parece-me que é a mesma desde da formação, existe sem duvida uma conveniencia e uma concentração de poder da direcção em setubal sendo a terra menos representativa das tres em numero de barcos.

 
Às 31/8/09 , Anonymous Anónimo disse...

Um anónimo diz que a Sesibal não tem estratégia Comercial,de à uns anos para cá arriscaria-me a dizer que não tem estratégia de nada apenas o acumudismo de pessoas à muito no poder e com o objectivo de olhar exclusivamente para o seu umbigo.
Actuamente temos 2 traineiras em Sesimbra que fazem parte de Cooperativas do norte porque a Sesibal fechou as portas às duas empresas de Sesimbra.

 
Às 3/10/10 , Blogger José Nero disse...

Esta marca Mili tem dono?

 
Às 3/10/10 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Não faço ideia.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada