ll

segunda-feira, agosto 24, 2009

Respondendo a uma questão levantada por um comentador: o empreendimento da Falésia previa, de facto, a construção de um hotel, conforme se pode ler nesta notícia d'O Sesimbrense de Setembro de 1969, a propósito da colocação do pau de fileira da obra (a imagem de cima, fac-simile do jornal, foi modificada para incluir a informação relativa ao hotel).

Local newspaper report of 1969 about the building "Falésia", being built at that time [photo].
[ clique para ampliar ]

6 Comentários:

Às 24/8/09 , Anonymous Estrela do Mar disse...

Para sermos mais exactos, um apart-hotel.
O restaurante panorâmico ficaria no andar onde hoje se situa (erradamente, na minha modesta opinião) o Tribunal de Sesimbra.

Os elevadores ficaram no tinteiro, o apart-hotel deu lugar a pequenos apartamentos e a Câmara Municipal recusou-se durante anos, sob os mais variados pretextos, a conceder a imprescindível Licença de Habitação.
A moeda de troca foi o espaço destinado ao restaurante (piso R).

A Câmara conseguiu um belo local, à borla, para um Tribunal com uma panorâmica incomparável e a Falésia teve direito, finalmente, à almejada Licença.
Por vezes, como aconteceu durante o julgamento dum perigosíssimo traficante de droga (Franquelim Lobo), quem ali tem apartamento sujeita-se a entrar e saír do prédio, sob a mira das metralhadoras da GNR.

Uma história muito pouco edificante, com alguns contornos de tipo mafioso.
Digo eu.
E abstenho-me de qualquer referência de carácter partidário, até por ser totalmente escusada.

Na verdade, todos os partidos com assento na AR, têm os seus telhados de vidro.

 
Às 24/8/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Se quisermos praticar justiça retroactivamente, então temos de dizer que a construção desse edifício nunca deveria ter sido sequer autorizada. desde logo por motivos da segurança, até de quem utiliza o edifício. Mas concordo consigo quanto à instalação do tribunal: trata-se do símbolo da Justiça, para além do aspecto instrumental da realização de julgamentos e demais procedimentos judiciais; nem num caso nem no outro se justificaria a sua instalação num tal edifício. Isso, no entanto, será resolvido em breve. Infelizmente outro tanto não acontecerá com o edifício propriamente dito.

 
Às 24/8/09 , Anonymous Estrela do Mar disse...

Relendo a notícia d'O Sesimbrense, verifico que outras coisinhas não saíram do papel, caso das piscinas e do centro comercial.
Nem um nem outro fizeram falta, o mesmo não se podendo dizer dos elevadores, já que aquela escada é de deixar qualquer um a deitar os bofes pela boca...

Sou forçada a dar-lhe razão, relativamente à construção em cima de falésias.

E porque esta também tem apresentado vários indícios de erosão, que vêm sendo referidos às autoridades competentes há vários anos, é de lamentar que o senhor Ministro do Ambiente se preocupe apenas com a estabilidade das falésias que se situam em terras allgarvias...

Placas com avisos têm sido sistematicamente ignoradas e até arrancadas por gente do mesmo calibre dos que censuram que se interdite uma praia poluída...

Mas nós só nos lembramos de Santa Bárbara quando ouvimos os trovões.
E muitos, nem isso.

 
Às 25/8/09 , Anonymous LCPinto disse...

Fiquei a conhecer um pouco mais sobre a Falésia, os comentários são elucidativos, na minha opinião acho que o empreendimento nasceu mal ou nunca deveria ter nascido, mas seria desnecessário o “mimo”ao actual ministro do Ambiente …acho que é um problema muito complexo e difícil de resolver, situações destas existem aos "molhos" por esse País.

 
Às 29/8/09 , Anonymous Gon disse...

Bom dia.

Obrigado por aceder ao meu pedido. Os meus sogros compraram lá um apartamento há alguns anos, e eu nunca percebi a razão daquele mono ali plantado. Para hotel, faltavam-lhe algumas mordomias óbvias. Para apenas bloco de apartamentos, parecia-me muito megalómano e sem algumas infraestruturas de apoio.

Aqui por perto também tenho algumas histórias do tipo, com conflitos de interesses. Como um bar na praia da Aguda (Sintra) que foi construído e deixado a apodrecer, por causa de uma birrinha do Capitão de Mar, que se recusou a dar uma licença qualquer (pelo menos foi esta história que me venderam). A razão...a filha deste estava interessada em explorar o local, mas o dono tinha outras ideias...então faz-se birrinha. Já lá vão 25 anos.

Um abraço

 
Às 1/9/09 , Anonymous Anónimo disse...

Ontem foi abordado no Jornal Nacional da TVI, o tribunal de Sesimbra que se encontra neste edificio de habitação à 30 anos provisoriamente.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada