ll

terça-feira, junho 09, 2009

Sesimbra
Valeparaíso. Já se encontrava construída a residencial Náutico e as primeiras casas do "bairro para classes trabalhadoras", ou Bairro Infante D. Henrique, concluídas em 1952.Sesimbra in the sixties.
[ clique para ampliar ]

10 Comentários:

Às 9/6/09 , Anonymous Anónimo disse...

Esta fotografia foi tirada em frente do bairro dos bombeiros rua conselheiro ramada curto não é Valeparaíso .

 
Às 9/6/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Trata-se do vale próximo do antigo colégio Costa Marques, que desce até ao largo Almirante gago Coutinho (largo da Guarda). Sempre o conheci por esse nome.

 
Às 9/6/09 , Blogger Ana D. disse...

Tanto terreno sem nada ^_^ e que bom ver estes "antes e depois"!

 
Às 9/6/09 , Anonymous Anónimo disse...

Tambem conhecido por xico 18 , de qualquer forma é um vale ...se tem outro nome nunca ouvi.

 
Às 10/6/09 , Anonymous Anónimo disse...

Parece que temos aqui alguma confusão, e vários testemunhos talvez nos ajudem a clarificar a questão. Eis o meu - Efectivamente existe um vale por onde corria(corre?) um ribeiro que começava na propriedade dos irmãos Macedo(Sanicas). O texto faz alusão a algumas habitações do Bairro Infante D. Henrique que de certa forma ficam a alguma distância do vale que culmina no leito do ribeiro. O terreno em primeiro plano era cultivado pelo Miguel Rato e é onde está agora a denominada Calviteira(nome da empresa construtora)e não sei se também se pode considerar como parte integrante do vale. A área conhecida por Valeparaíso era nos anos sessenta designada popularmente por "Sanica" porque era a referência mais relevante na altura porque o Sr. Américo era muito popular tanto pelos seus conhecimentos veterinários como pela actividade que desenvolvia na área equídea.

JPA

 
Às 10/6/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Mais uma opinião, do livro "O que veio à rede":
"Vale Paraíso — designação que o povo dava ao bonito vale que se abre, a partir do sopé do Castelo, sobre o Ribeiro da Fonte Nova".

É um vale, designa-se Valeparaíso, ou Vale Paraíso, e as encostas de um vale fazem sempre do mesmo, como é óbvio.

 
Às 10/6/09 , Blogger Liliana disse...

tanto mudo
so much change in Sesimbra - I hear another hotel is being built?
The new appartments are so expensive still at 300 euros in the economic crisis..

 
Às 10/6/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

É verdade, Liliana. É por isso que as novas gerações de sesimbrenses são "empurradas" para fora da vila: quase não tem havido casas para arrendar (apenas algumas construídas pela Câmara) e os apartamentos para venda são muito caros. Mas se não se tivessem construído tantos apartamentos nas últimas décadas a situação seria ainda pior: com menor oferta, os preços seriam ainda mais elevados.

 
Às 10/6/09 , Anonymous Anónimo disse...

Pois. Rendidos ao Néo-Liberalismo!
Para que servem as autarquias? Não têm mecanismos para regular algumas destas coisas? Todos sabemos que sim. Haja vontade!
Gostaria de perceber em que gaveta foram guardados os ideais de Abril.

 
Às 10/6/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Esse linguajar não passa de chavões: dê lá um exemplo concreto de como se poderia contrariar este efeito que faz subir o preço das casas e poupe os slogans para os comícios eleitorais.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada