ll

sexta-feira, junho 19, 2009

Sesimbra
Decorações para as festas dos Santos Populares (Largo do Grémio).Decorations for the festivities of Popular Saints.
[ clique para ampliar ]

7 Comentários:

Às 23/6/09 , Anonymous Anónimo disse...

Que Saudades eu tenho do S. João, da minha rua que bonita ficava com muita imaginação e trabalho algumas discuções entre vizinhos a imaginação do António César aue fazia o tema e o altar ( irmão do Moka da Gelatria Marina) da Angélica Capítulo ( mulher do Alvaro das Canejas ) e das bonecas vestidas pela D. Alcina ( mulher do Artur Pardal )da Maria da Arrábida Carola, da Conceição Ferreira ( Mãe do presidente da junta Felix Rapaz) da Rosa Palmeirim e de todos os vizinhos da rua Antero do Quental e Rua da Caridade, Ruas enfeitdas hoje pelas escolas de samba devia de ser proibido, quanto sai do erário público? não há vistão para o tecto á plastico e pouco, samba e cerveja Ruas enfeitadas que saudades eu tenho do S. JOÃO da minha rua.

 
Às 23/6/09 , Anonymous Anónimo disse...

Pois é soce/a, outros tempos.

 
Às 24/6/09 , Anonymous Anónimo disse...

São pessoas que fizeram nesta imagem, todo o trabalho manual e ainda usaram a reciclagem de materiais que provavelmente iriam ser deitados fora.... não são escolas de samba, nem filarmónicas, nem ranchos, nem clubes... SÃO PESSOAS que disponibilizam o seu tempo, esforço e dedicação. Voçê fala fala mas de certeza que não enfeitou nada pois não? E Depois vêem para aqui dizer que as tradições acabam... vai mas é trabalhar (ou então escrever em blog´s)grande ajuda que tás a dár ás tradições, faz como estas pessoas ou então dá ideias pois farta de criticas já estão as escolas e grupos, estão sempre mas sempre a ser criticadas, se eu fosse a eles já não fazia éra nada, nem sequer as marchas... (daqui nada ainda vai falar mal das marchas tambem ..não falta muito!!!)

 
Às 24/6/09 , Anonymous Anónimo disse...

o problema e que isso dá muito dinheiro as escolas , aquele pilim dos contribuintes, por issso ninguem larga as escolas de samba. To pa ver alguem largar da mão é só subsídios e depois fazem as ruas com papeis de borla e pedem fatos emprestados para a marcha, VÃO vOcES TRAbalhar malhandros!!!!! Deves ser daqueles que na sabe nada das contas das escolas, imforma-te e pede um relatório ao teu presidente.

 
Às 25/6/09 , Anonymous Anónimo disse...

Pelos visto o último anónimo também não sabe assim tanto...

 
Às 25/6/09 , Blogger Luz disse...

Se os Santos populares dessem tanto dinheiro como aqui se apreguou, certamente haviam bem mais ruas enfeitadas e bem mais marchas.... Deixem-se de má lingua e congratulem aqueles que trabalham para manter a tradição e que se esforçam para não serem Subsidiodependentes como tantos que para ai andam.
Sr joao lamento que um blog como o seu, que para mim tem tanto valor e do qual sou atenta leitora, seja muitas vezes utilizado como bode espiatório para comentários desagradáveis e faltas de respeito para com a nossa comunidade.
Mas como se diz...não há bela sem senão.

 
Às 25/6/09 , Anonymous Anónimo disse...

Realmente é dificil agradar a grgos e a troinos, mais dificil ainda é agradar a pexitos. Se enfeitam ruas, é porque enfeitam ruas, se fazem marchas, é porque fazem marchas, será que é melhor não fazer nada? penso quenão. Em relação às contas das escolas, como sócio de uma(bota no rego), não preciso de ir pedir ao presidente um relatório de contas, as mesmas foram apresentadas, e bem em Assembleia Geral, presidida pelo Sr. António Justiniano Alves (Chora à mãe), onde fiquei completamente esclarecido em relação à situação financeira da escola, mas se algum sócio tiver duvidas, dirija-se ao tesoureiro da escola que de certeza ele terá todo o prazer de explicar as contas que foram aprovadas por unanimidade em Assembleia Geral.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada