ll

domingo, janeiro 18, 2009

Sesimbra
[ clique para ampliar ]
Marginal Virtual, de Josefina Guedes, patente na exposição colectiva Sesimbra e as suas Gentes, da Associação Ecos d'Art, na Biblioteca Municipal.Marginal Virtual (Virtual Waterfront), by Josefina Guedes, at the Public Library of Sesimbra.

20 Comentários:

Às 18/1/09 , Anonymous Anónimo disse...

Tá muita giro.

 
Às 19/1/09 , Anonymous Anónimo disse...

Está bonito, mas é virtual.
Infelizmente virtual não é a situação de inúmeras estradas do campo que foram esventradas durante o Verão, para fins de saneamento básico,e agora estão cheias de buracos.
A Câmara não sabe disso?
Estão à espera da véspera das eleições para mostrar obra?
Umas carradas de brita custam mais do que fogo de artifício ou cantilenas pra inglês ouvir?

 
Às 19/1/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Anónimo: se alguém me encontrar na rua e me disser, por exemplo: "as ondas hoje estão calminhas" e eu responder: "e as estradas do campo estão cheias de buracos por causa das obras do saneamento", faço uma triste figura — e assim a faz o senhor anónimo, misturando alhos com bugalhos. Triste e patética: deve achar que, por ser anónimo, não lhe toca, mas é porque ainda não percebeu que não há anónimos na internet.

 
Às 19/1/09 , Anonymous Anónimo disse...

Não me parece que haja mistura de alhos com bugalhos, mas apenas o aproveitamento de um espaço de opinião para suscitar a atenção da Câmara para buracos que não são virtuais.
Observação que foi feita de forma cordata.
Talvez também triste e patética como o dr. Aldeia sentencia.
É capaz de ter razão...

 
Às 19/1/09 , Anonymous Anónimo disse...

João, porque é tão azedo?
Tão politicamente correto...
Voçê está a ficar um velhote irritante

Ana

 
Às 19/1/09 , Blogger joao madail veiga disse...

Gosto muito deste estilo.
Onde posso comprar um quadro?

 
Às 20/1/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Anónim'Ana:
qualquer pessoa que saiba analisar tudo o que aqui publico, quer em fotos quer em texto, facilmente concluirá que sou uma pessoa que está bem com a vida, bem com a blogosfera e bem com a generalidade dos comentários que aqui são feitos. No seu caso, não tenho culpa de que não compreenda o sentido de humor que há nas minhas respostas aos que olham a beleza e vêem a fealdade (nem que para isso se tenham de desviar mentalmente alguns quilómetros — só isso merece uma boa gargalhada!). Pelo que se vê, desconhece que a escrita revela o autor e que é um seu espelho, pois que de tudo o que aqui viu apenas isso reflectiu. Mas não desanime: melhores dias virão.

 
Às 20/1/09 , Blogger Maria disse...

Está giro.
Mas Sesimbra é tão linda ao vivo ou em fotos!
De qualquer modo, parabéns ao autor.
Maria

 
Às 20/1/09 , Anonymous troca-tintas disse...

É engraçado,o doutor Aldeia várias vezes se queixa de que faz humor e ninguém percebe.
Será que todos levam o passo trocado e só o doutor o leva certo?

 
Às 20/1/09 , Anonymous Anónimo disse...

Pois é, vocês é que têm a culpa. O homem não admite que alguém belisque a sua Câmara.
Deixem-no lá.

 
Às 20/1/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Agradeço a vossa atenção. Tanto desvelo comove-me.

 
Às 20/1/09 , Anonymous Anónimo disse...

O senhor Aldeia parece o general no seu labirinto.

 
Às 20/1/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Pois pareço: o facto é que o ilustre visitante, não arranjando nada mais interessante com que ocupar o seu tempo, cá me vem prestando vassalagem, dando-se ao trabalho de me animar o blog. Eu agradeço, é claro, pois sempre há uns quantos visitantes que apreciam estas picardias.

 
Às 20/1/09 , Anonymous Anónimo disse...

Prestar vassalagem?
O João está a perder o pé...

 
Às 20/1/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

É bom perder o pé: é que eu sei nadar, e gosto.

 
Às 20/1/09 , Anonymous Anónimo disse...

Pois é, se fizessem estes comentários enquanto jogavam ao dominó ou à sueca entendiam-se melhor. Uma confraternização não faz mal a ninguém. Mas aqui faz doer e magoar é que sabe bem não é?

 
Às 20/1/09 , Anonymous Anónimo disse...

"não há anónimos na internet"???
Essa é muita giro! e o que vais saber dos anonimos o IP??
Onde vais arranjar o software?Pirata o então da PJ mas mesmo assim as "escutas " não são legais.
Escreve só o que sabes

 
Às 20/1/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Este é um mundo, e um meio, onde só escrevemos o que queremos. E quem escreveu mais do que devia, paciência.

 
Às 4/2/09 , Anonymous Anónimo disse...

O Dr. Aldeia sabe nadar mas tenta sempre afundar os que não lhe prestam vassalagem.
Está a revelar-se um velhote com tiques de tirania. Tem é pouco poder!
Este blogue a direcção do "pasquim" que lidera e o gabinete que lhe caiu do CÉU não chegam para julgar tudo e todos. Seja mais democrata!
Não desanime e melhores dias virão quando perceber o sentido do 25 de Abril de 1974.

PS: Também só passaram 34 anos, pode ser que o Sr. daqui a mais 34 anos se torne tolerante! Faço Votos!

 
Às 4/2/09 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Este último comentário é um puro ataque pessoal, não tem uma única ideia. Está carregado de ódio. É feito sob anonimato, portanto é também um acto de pura cobardia.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada