ll

segunda-feira, novembro 10, 2008

Sesimbra
[ clique para ampliar ]
Sabores do Outono - Fortaleza.Autumn Flavors - Fortress of Santiago.

8 Comentários:

Às 10/11/08 , Anonymous Anónimo disse...

O que é que faziam bijutarias num evento de sabores da época e da região????

Tem alguma explicação que explique?

Será que vamos ter bijutaria à venda, nos restaurantes aderentes?

 
Às 10/11/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Não vejo qual é o problema. O importante é que foram divulgados, mais uma vez, produtos da região.

 
Às 10/11/08 , Anonymous Anónimo disse...

Se não fosse a dor dentes, acho que, já teria comido os bolinhos todos. Só de vê-los fico com água na boca.
Adoro o mel da Arrábida, os queijos de Azeitão e, as Tortas. Mas para não pensarem que , sou gulosa, adoro o peixe de Sesimbra. Gosto de Sebastão da Gama e, amo de paixão, toda a Arrábida.
Maria dos Alcatruzes

 
Às 10/11/08 , Blogger Sailor Girl disse...

Ai que tentação!!!!!

 
Às 10/11/08 , Blogger Swt disse...

Bijutarias??? Alguém falou em bijutarias?? Adoro!
Mas os "S" de Azeitão, que estão na imagem, também são muito bons.
Lembrei-me agora que devem combinar com um moscatel doce daí!!!
Ai! Ai!

 
Às 10/11/08 , Anonymous Pexito Analfabruto disse...

A farinha torrada e os zimbros estavam deliciosos, e os queijinhos da D. Marcelina... divinal! Apoia-se mais iniciativas destas, pena apenas o facto de as pessoas com dificuldades motoras terem muitas dificuldades, pois o local não era o melhor, mas os produtos estavam divinais.

 
Às 11/11/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Sobre a fotografia publicada:

Escolhi esta foto para aqui publicar, entre várias que tirei neste dia e neste local, não só pelo tema, mas especialmente pela sua unidade cromática: quase todas as cores visíveis se incluem nessa convenção das cores outonais. Mas também achei curiosa a pose das pessoas, todas de olhar concentrado em baixo, embora por diferentes razões: uma falando, outra ouvindo, outra ainda ensacando uma embalagem com bolos. Não é que seja uma fotografia excepcional, mas capta um momento de concentração um pouco insólito: pouco comum porque o próprio acto de fotografar desperta o olhar dos fotografados.

A fotografia também beneficia de algumas linhas diagonais: a da mesa dos bolos, mas também a parte superior dos móveis. Estes móveis, com diferentes tamanhos, estabelecem uma perspectiva em fuga que enquadra as pessoas e proporciona algum dinamismo à foto (por oposição a uma visão estática em que as pessoas estivessem de frente e com tamanhos iguais.)

Tirei várias fotografias, como disse, e esse é um método que ajuda muito à obtenção de melhores fotos. Os grandes fotógrafos também o fazem: Cartier-Bresson escreveu que, quando chegava a casa e aproveitava uma foto de um rolo (e ele usava longos rolos com muitas fotos) já era bom. Creio que aqueles que procuram dedicar-se à fotografia como amadores, ficam por vezes inibidos e tiram apenas uma ou duas fotos de um tema que lhes despertou a atenção; no entanto, é mais fácil obter o resultado desejado se tivermos muitas fotos por onde escolher: esta selecção faz também parte do acto de fotografar. Nem todos os elementos que referi foram pensados na altura de tirar as fotos: é no processo de selecção que se tem tempo para pensar nestes aspectos.

 
Às 12/11/08 , Anonymous cunhadita disse...

Desculpe a ousadia de entrar no seu blog, mas venho cá só para recarregar baterias ao ver as fotos de Sesimbra ( sobretudo a que identidica o blog!)que tantas saudades me trazem. Já disse no blog da SWT que se tivesse que deixar um dia o Porto seria por Sesimbra, tanto pela terra como pelas pessoas que sempre tão bem nos trataram quando lá estivemos de férias. É certamente um lugar de paz e de eleição para quem gosta do mar e boa comida também!Parabéns pelo seu bom gosto, até nas fotos mais antigas! Vou continuar a visitá-lo e apreciar os seus posts!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada