ll

quinta-feira, setembro 04, 2008

fotografia alojada em www.flickr.com
[ clique para ampliar ]
Alguns bloguistas têm-se em grande consideração, achando mesmo que têm uma missão enquanto tal. Os mais aborrecidos, como sempre, são os moralistas, pregadores de envangelhos decalcados de livros que já ninguém lê, e que eles mesmos nunca leram, escravos de ideias meio e mal apreendidas — e diria Keynes: ideias de algum economista já desaparecido. Mas um bloguista é apenas isto, um construtor de castelos na areia, destinados a desaparecer nesta ou na proxima maré.Here he is, the Sesimbra blogger as a metaphore. Some bloggers — namely in Sesimbra — have a high idea of their work, and some also think they have a Mission. But, adapting a thought from Keynes, I think that they just spread some poorly understood ideas from some dead economist. As I see it, a blogger is just a builder of castles in the sand.

25 Comentários:

Às 4/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

Ahhh ... foste ao concurso das contruções na areia ! Julgava que isso já tinha acabado .

 
Às 4/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

Tás mas é muita gordo.

 
Às 4/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

Deves de estar todo contente o Calhandro de sesimbra vai fechar.
Vais ter mais vizitas não há mais nada para ler temos que voltar ao antigamente

 
Às 4/9/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Não estou contente com isso nem vejo qualquer vantagem em que o Calhandro ou qualquer outro blogue acabe. Já o escrevi antes: a diversidade de blogues é uma coisa boa. Fico triste é por ver os blogues acolherem na caixa de comentários o que há de mais baixo no ser humano: a intriga e a calúnia anónima. Mas sempre haverá blogues para dar voz a isso, particularmente por interesse partidário em atingir os adversários, e isso é que faz com que os blogs acabem por não ter grande utilidade: não se sabe quem os escreve ou quem neles escreve, não constituem uma fonte de informação credível.

O que é que se pode fazer? Bem, podem divulgar-se regras de boa convivência (que são iguais para um debate cara a cara e para os blogs), regras que permitam um debate esclarecedor entre ideias diferentes. Por exemplo: não é uma boa regra fazer o que você fez, aquilo que se designa "processo de intenções": insinuar o que a outra pessoa pensa e criticar logo. É falta de educação. Se estivesse verdadeiramente interessado em saber a minha opinião, perguntava, e não escrevia o que escreveu.

Quanto às visitas, também creio que falhou o alvo, porque isto é como as sapatarias: quantas mais há numa rua, mais gente atraem no seu conjunto. As pessoas em geral vêem vários blogues, apesar de gostarem mais de um ou outro, mas sempre dão uma vista de olhos pelos outros. Quando desaparece um blog com audiência, creio que diminuiem as visitas aos outros.

 
Às 4/9/08 , Anonymous Pollux disse...

Só uma questão:





























A água estava fria?

 
Às 4/9/08 , Blogger Calhandro disse...

Olá a todos.

É um orgulho pertencer a um grande castelo. Um castelo que foi construido bem no cimo da montanha e que é impenetrável. Um castelo onde as intenções são vividas por todos da mesma forma e onde se encontrou harmonia e estabilidade de pensamento. Um castelo que sem armas derrubou muita gente que quando pode tenta derrubar o próximo. Um castelo que acolhe todos os que lutam por factos e não se elevam em argumentos.

No final de contas não são todos os castelos construidos de areia?

Um bem haja a todos.

O Calhandro

 
Às 4/9/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Não achei. Mas é um "apanhado" já com alguns dias.

 
Às 4/9/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Calhandro: agradeço a visita. Não costumo comentar outros blogs, mas atendendo a que decidiram encerrar o vosso, tomo a liberdade de dar a minha opinião: em geral, pareceu-me que os comentários, ainda que críticos, foram bem intencionados. Mas revelavam, talvez, alguma imaturidade devida à idade dos autores, imaturidade que se traduzia numa concentração nos problemas da marginal, e, sobretudo, nalguma inabilidade no modo de apresentar as vossas observações.

A blogosfera não é uma roda de amigos, onde podemos dizer umas piadas com graça e toda a gente ri. Esse estilo amigável, pode ter piada para alguns, mas também pode dar origem a mal-entendidos, como provavelmente aconteceu (a comunicação on-line, pelo facto de faltar o contacto visual e o contexto, é uma perigosa fonte de mal-entendidos). Talvez tudo aquilo que escreveram talvez pudesse ter sido escrito de outro modo e ter criado menos problemas. Claro que também tinha atraído menos curiosos, particularmente aqueles abutres que gostam de ver agressividade verbal (por isso o crescimento rápido destas coisas nem sempre é bom sinal, ou sinal de que seja sustentável; já houve mais exemplos no passado).

Também me pareceu que procuraram, ao longo do caminho, corrigir algumas coisas, e isso também considero positivo, e essa atitude pode ser útil para um próximo projecto, que desejo corra melhor.

Quanto aos factos e aos argumentos, seria uma longa discussão. Os seres humanos não acedem aos factos, senão através de argumentos (conceitos, teorias, etc.), por isso devemos respeitar os argumentos (de todos). Quer a psicologia do conhecimento quer a neurociência já aceitaram isso, ultrapassando a visão da racionalidade positivista. É conhecimento que ainda não passou para o senso-comum, apesar de vir reabilitar o próprio senso-comum como fonte de conhecimento.

 
Às 4/9/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Calhandro: este post surgiu apenas porque uma comentadora habitual (ver post de ontem) pediu uma foto; só encontrei esta, e depois surgiu aquela ideia associada ao castelo de areia, mas que é algo que eu repito com frequência. O post não se destinava a comentar o calhandro, basta pensar um pouco. Think!.

 
Às 5/9/08 , Blogger Swt disse...

Doutor!Doutor! Gostei de o ver!
Fixe!

 
Às 5/9/08 , Anonymous Diogo disse...

Obrigado Sr. João por ser fiel aos seus princípios. As "bocas" são fáceis de lançar mas quase sempre pecam pela nenhuma ou pouca veracidade. Vivemos num mundo de "bocas", por isso um bem-haja ao blogue que na minha opinião, e apenas é a minha opinião é o que melhor retrata Sesimbra ontem, hoje e amanhã. Obrigado

 
Às 5/9/08 , Anonymous D.M disse...

Bons dias!!
Em relção ao CALHANDRO concordo em quase tudo que o Sr Aldeia diz...
Axo que o blog até era engraçado,mas a opçao inicial que passou por denegrir a imagem de bares e seus respectivos proprietaris resguardando-se na cobardia do anonimato,se por um lado,atraía mais gente,por outro estava bom de ver que mais cedo oumais tarde alguem iria reagir de maneira mais firme.
Apesar de tentarem mais tarde arrefecer a linguagem e porem um tom mais calmo , a verdade é que começou a roçar a infantilidade e a incoerencia ,logo o fim veio mais cedo do que previam,porque a ameaça de agirem judicialmente contra tal fonte de calunias existe e é realmente possivel.
Como os seus autores o afirmaram ,estao a preparar um projecto futuro em moldes diferentes, esperemos que sim que apareça mais maduro mais sério e acima de tudo mais credivel.
Por mim,continuo a preferir este tipo de blog,simples com conteudo leve em que podemos meditar sobre varios temas sem que para isso tenhamos que denegrir a imagem de quem quer que seja
Parabens SR.Aldeia.

 
Às 5/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

O João realmente é uma pessoa maravilhosa. No lugar dele eu nem perdia tempo a justificar ou comentar prosas de gente mal intencionada. Eu visitei o "calhandro" no primeiro dia e nunca mais, pois percebi que não podia perder tempo. O "calhandro" se quiser ter o seu lugar na blogosfera tem muito que aprender, de preferência juntando-se aos BONS.

 
Às 5/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

Quem te disse que és bom convencido!!!

 
Às 5/9/08 , Blogger Ana disse...

Muito prazer e continue com este blog... faz bem á alma!

 
Às 5/9/08 , Blogger Flaming Nora disse...

Excellent! :-)

 
Às 5/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

Investir em Sesimbra é muito dificil, devemos ter em atenção a qualidade do palavreado e da informação que colocamos na NET."Bocas" ruins não servem o interesse do desenvolvimento da N/ Terra. À um ditado antigo "quem não está bem Muda-se" Sesimbra Tem muita qualidade não a estraguem com má informação e maus dizeres. P.F.

 
Às 5/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

Ja conseguiste os teus intentos ,mais genta a comentar no blog ,foi so falar no calhandro ,que estava a dar muita dor de cabeça e de cotovelo

 
Às 5/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

Pois é. Só que os comentários a pôr o calhandro no devido lugar(caixote...)só durarão até que este post passe ao arquivo, depois acabou.

 
Às 5/9/08 , Blogger babooshka disse...

We are all building castles, some better than others but all washed on the shore.

 
Às 5/9/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

- não há aqui nenhum comentário a colocar o Calhandro "no devido lugar": foi apenas uma resposta ao comentário com que o próprio Calhandro reagiu ao texto da fotografia; opiniões eventualmente diferentes, mas expressas de forma educada;

- os comentários aqui feitos não desaparecem, continuam acessíveis a quem os queira ler;

- que ninguém se incomode com o número de comentários: amanhã já volta ao normal; só as polémicas exarcebadas e partidarizadas é que atraiem dezenas de comentários, acabando por irritar a maioria e prender de modo exagerado a atenção dos autores dos blogs;

- um conselho: não percam muito tempo na net, sobretudo a ler comentários; mais vale ler um bom livro; mais vale ver um bom filme; mais vale dar um passeio no campo ou à beira-mar; mais vale praticar desporto.

 
Às 5/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

Faz o que eu digo,e não o que eu faço.Assim se aconselham as crianças.tambem gosto de bons livros,bons filmes ,cultura em geral e acredito que muitas pessoas em Sesimbra também. gosto tanto desta terra que para a caracterizar diria que é Azul céu,Verde mar e Amarelo do sol, mas nunca côr de rosa.

 
Às 6/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

Quem semeia ventos colhe tempestades,não é assim !!!

 
Às 6/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

Quem muito fala pouco acerta,
Quem muito escreve,por vezes, corre o risco de se contradizer.

 
Às 7/9/08 , Anonymous Anónimo disse...

sem interesse

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada