ll

quinta-feira, junho 05, 2008

fotografia alojada em www.flickr.com
[ clique para ampliar ]
Rosie e Sara, da Catalunha, no largo da Fonte Nova.Rosie and Sara, from Catalonia.

16 Comentários:

Às 6/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

Com catalãs tão giras, só as mastrafonas é que vêm parar a Sesimbra, tal como as brasileiras.
Mas pronto fico no minimo rendido à fotogenia e aparente simpatia.

 
Às 6/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

Giras e porcas!

 
Às 6/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

Ah ! Finalmente o trabalho do Turismo Sesimbrense começou a frutos .
Dozelage ? Promoções ? Ou apenas por estarmos na época do caracol ?

 
Às 7/6/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Caro anónimo: não se aponquente. Talvez não tenha reparado, mas a vila tem tido muitos turistas estrangeiros nos últimos dias, sobretudo ingleses e espanhóis, e não são turistas de pé-descalço, é gente que está alojada nos nossos hotéis.

Aliás, acabou de me dar uma ideia: vou passar a publicar também algumas imagens dos turistas que visitam Sesimbra. Depois espero que goste.

 
Às 7/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

Então não vou gostar ? As suas fotos do ponto de vista unicamente fotográfico, adoro-as . Já agora era giro saber se gostaram do nosso peixe :
A chaputa (do Chile ) o peixe espada (marroquino ) a petinga (espanhola) , a perca ( do Nilo ) a lula ( da China ) a dourada ( da aquacultura) o espadarte ( dos Açores), sim que o nosso peixe é vivamente recomendado e tem muita fama lá fora .
Não se ofenda com os meus comentários que não se dirigem à sua pessoa mas sim ao que as fotos me sugerem , é só uma opinião e como tal vale o que vale .

 
Às 7/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

Não compro chaputa porque não gosto. O peixe espada de Marrocos sempre foi bom.Da petinga espanhola gostei tanto quanto da portuguesa. A perca também é boa. As lulas só compro frescas sejam da china ou do mar da pedra. A dourada prefiro a da aquacultura por ser sempre gorda. O espadarte dos açores continua a ser nacional e bom. Satisfeito? Ou prefere uma sondagem oficial?

 
Às 7/6/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

O que para aqui vai de peixe!

Quem ler estes anteriores comentários, e não for de Sesimbra, até pode pensar que já aqui não se pesca, ou que os pescadores de Sesimbra já pouco pescam. Mas pescam muito peixe, e muito bom, e eu preferia que se falasse disso, em vez desse discurso que dá a entender que tudo vem de fora, e que tudo o que vem de fora não interessa.

Há mais variantes deste discurso catastrófico: que já não há crianças em Sesimbra, ou que não há comércio, ou que tudo vai desaparacer passando mais uma geração.

Uma coisa é haver problemas, e discutirem-se soluções. Outra coisa são essas descrições exageradas, característica desta época: "está tudo num caos", o país "bateu no fundo", é "pior do que no terceiro mundo", etc. Se soubessem o que são as coisas no terceiro mundo, teriam mais respeito pelo país que somos e que os nossos antepassados contruiram, que nós continuamos a construir, e que havemos de deixar para as gerações seguintes.

Não conheço muitos países, mas em nenhum dos que conheço se encontra esta tendência para dizer mal do próprio país e da própria terra. Acho bem que discutamos os problemas entre nós, mas andar nos blogs, que são lidos em todo o lado, a dizer tanto mal da própria terra, e chamar "porcas" a umas jovens que por aqui passaram em viagem, é algo muito estranho.

 
Às 7/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

O comentário "giras e porcas" resume-se à foto, afinal é o aspecto que transparece. E é o comentário natural que se faz quando vemos alguém na rua com os pés naquele estado.

 
Às 8/6/08 , Blogger Ana D. disse...

Até podem ser porcas mas vieram cá e nós contamos os trocos para o "gaisóilio" e com muita sorte dá para curtir umas idas á praia até dia 12... 15 de cada mês!
Gostamos de comunidades e de roupa lavada e elas desde que o sol brilhe e haja "peace, love and floweres", lá se divertem!
Que venham mais e de preferência... deixem na terra alguns trocados...eheheh!

 
Às 8/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

Ainda voltando ao "giras e porcas", acrescento que o comentário até foi feito sem intenção de denegrir, apenas por piada, ao reparar que os pés estavam encardidos. Compreendo perfeitamente que estas jovens, tal como outras de anteriores gerações viajam de forma despreocupada e muito provávelmente aquela situação foi pontual-

 
Às 8/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

Caro João , afinal pesca-se muito em Sesimbra , eu é que tenho andado distraído .
Não o reconheço .

 
Às 8/6/08 , Anonymous raul ribeiro disse...

E porque não de anónimo para aqui e anónimo para ali não se identificassem ?????????
Penso que seria bom, dado que ao conhecer-se quem faz o comentário haveria mais diálogo, possivelmente, construtivo.

 
Às 8/6/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Quanto ao peixe: temos aqui duas "teorias": uma que diz que o peixe vem todo de fora, e eu que digo que os "pescadores de Sesimbra pescam muito peixe, e muito bom". Agora, quem qiser que escolha. Mas antes, dêm uma vista de olhos às estatísticas das pescas.

Quanto ao porco: eu sei que em Sesimbra se usam muitas vezes adjectivos fortes, com um sentido irónico e mais leve: por exemplo, pode chamar-se "vadia" a uma pessoa amiga, ou "falsa", ou "malandra", com um certo sentido carinhoso. Mas não só pessoas de Sesimbra que lêm o blog. Até mesmo estas jovens poderão vir a lê-lo um dia. No entanto, o autor da expressão provavelmente não lhes falaria assim directamente.

 
Às 8/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

Se fossem minhas amigas dir-lhes-ia com o tal tom carinhoso e com um sorriso em geito brincalhão " vão lavar os pés porcalhonas". Se estivesse naquele momento ao lado do J.A. teria provávelmente chegado à mesma conclusão que ele, imaginando o percurso e dia a dia daquelas garotas.

 
Às 9/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

Quando estive de férias também andei de meias e sandálias. Se o fizesse em Sesimbra diziam que tinha perdido o juízo.

"Ah, que prazer não cumprir um dever,
Ter um livro para ler e não o fazer,
Ler é maçada,
Estudar é nada!" - Férias são isso mesmo.

 
Às 21/6/08 , Anonymous Anónimo disse...

Hummmm, cada um tem o direito a sua opinião e respeito isso, apenas queria dizer que estas duas jovens estiveram no meu local de trabalho, e apesar de não estarem vestidas a rigor, gostaram muito da nossa vila, e inclusive disseram que gostariam de voltar um dia.
Olhando para a maneira como estão vestidas fazem-me lembrar o inter-raill que fiz a cerca de dois anos com um grupo de amigos, onde ninguem olhava a maneira como estavamos vestidos mas sim ao que eramos e de onde vinhamos, grandes férias..
um grande abraço a todos.
Assina: Empregado da Galé

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada