ll

terça-feira, maio 06, 2008

fotografia alojada em www.flickr.com
[ clique para ampliar ]
Quase invisível noutros domínios da vida social de Sesimbra, a comunidade brasileira ergueu a sua bandeira na procissão do Senhor das Chagas.Almost invisible in town, the inmigrant brazilian community raised its flag at the Chagas procession.

6 Comentários:

Às 7/5/08 , Anonymous Anónimo disse...

"Quase invisível noutros domínios da vida social de Sesimbra"... uma sugestão. Saia mais, e depois logo vê o sentido da frase. Não é a Costa da Caparica, mas...

 
Às 7/5/08 , Anonymous Anónimo disse...

Mas é quase a Costa.

 
Às 7/5/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Quando falei na "quase invisibilidade noutros domínios da vida social" referia-me à participação em coisas como a vida das colectividades, a assistência a espectáculos, participação na imprensa local, etc. Não se pode exigir que os anónimos estejam ao corrente de tudo isto. Quanto à enigmática sugestão do primeiro anónimo, só posso imaginar o que quererá dizer, mas, nesse caso, devolvo a sugestão à procedência.

Um e outro anónimo, pelos que se vê, conhecem bem o assunto a que se referem: pois que lhes faça bom proveito.

 
Às 8/5/08 , Anonymous Anónimo disse...

E os sesimbrenses dessas associações puxam pelos brasileiros?

 
Às 8/5/08 , Anonymous Anónimo disse...

E os brasileiros gostam de Portugal, ou ainda dizem mal.

 
Às 8/5/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

Essa pergunta dificilmente poderá ser respondida, pelas seguintes razões: há muitos brasileiros, uns gostam de Portugal, e outros dizem mal (alguns talvez sejam como os portugueses, que gostam e dizem mal ao mesmo tempo); depois, como acontece com toda a gente, uma pessoa pode ter uma opinião positiva numa altura e mudar no dia seguinte, ou o inverso.

Como não existe nenhuma sondagem, nenhum estudo sobre esse assunto, não se pode responder a essa pergunta. É até provável que a maioria dos brasileiros goste de algumas coisas e não goste de outras, que é o que em geral acontece com todos os seres humanos.

Os brasileiros parecem ser, em média, mais comunicativos e expansivos do que os portugueses (talvez os portugueses que embarcaram no tempo das Navegações fossem os mais comunicativos, balhões e gaifeiros, dando origem à cultura brasileira, e ficaram por cá os menhovas e conins, dando origem aos portugas modernos). Seja como for, há-de haver qualquer razão para haver pouca visibilidade dos brasileiros entre nós: talvez porque vivam com dificuldades, talvez porque o ambiente social o iniba. Não sei.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada