ll

sábado, maio 17, 2008

fotografia alojada em www.flickr.com
[ clique para ampliar ]
Obras na av. da Liberdade e vendedora de roupa.Works at av. Liberdade and cloth seller.

14 Comentários:

Às 17/5/08 , Blogger Constança Lucas disse...

a primeira casa aà esquerda é onde era a Onda??

 
Às 18/5/08 , Anonymous de cá disse...

Sim, era a "Onda". Agora espaço amplo, com novos donos, com fabrico próprio e excelente qualidade. Novo nome "Caseiro".

 
Às 18/5/08 , Anonymous Anónimo disse...

Na sexta feira vi passar por aqui uma excursão cerca de 40 idosos (penso que alemães) com bagagem às costas em gincana por meio das obras à procura do SanaPark , será que o Turismo e a CMS estão de costas voltadas ? Bela imagem que estes turistas levam , esperemos que não contem nada lá na terra deles .

 
Às 18/5/08 , Anonymous Pollux disse...

Será que no país deles não há obras?
Não é um comentário lá muito feliz... Além disso dá para ir para o Sana Park por todos os sítios menos o da foto.
Se calhar o guia é que não era grande coisa.

 
Às 18/5/08 , Anonymous turista de mala de cartão disse...

polux, essa é demais! a culpa é dos turistas? deve ser daqueles que diz para irem passar o verão onde passam o inverno... infeliz é você com o seu comentário.

 
Às 18/5/08 , Anonymous Pollux disse...

Caros conterrâneos (suponho que o sejam) "inflamados", eu próprio não gosto da obra em questão dado estreitamento da via no troço fotografado (e ainda por cima com 4 "matacões" quase no meio dela) mas, chegar ao ponto de ter "vergonha" de ter uma obra só porque um grupo de turistas não conseguiu dar com o hotel e teve que passar pelo meio dela... esperem lá, se há aqui alguém que não está a raciocinar a 100% não sou eu.
Se são comerciantes que dependem do turismo e que se estão a sentir "marginalizados" afirmo e repito:
O comentário não é feliz.

Sem me querer alongar mais, não é por falta de sinalização que não se vai dar ao Sana Park... ou não seja Sana uma cadeia de hotéis e a palavra Hotel internacional.

Cheira-me que há qualquer coisa por detrás desses vossos comentários mas, estou à margem do que move as vossas opiniões e continuarei a estar.

 
Às 18/5/08 , Blogger Deslilas disse...

Libertry street needs always to be repaired.

 
Às 18/5/08 , Anonymous Anónimo disse...

Num primeiro andar, do lado direito, funcionava o consultório do Dr. Jorge Campos.
Era o médico de todos nós,o médico que a qualquer hora da noite acorria a casa dos doentes para aquietar a dor.
Nunca o vou esquecer, o seu vozeirão, o cachimbo ao canto da boca, um corpo denso como um armário com um coração de gelatina.
Gostei muito de o ter como amigo.

Eu

 
Às 19/5/08 , Anonymous Anónimo disse...

Realmente esta discussão parece coisa de politica e não é usual neste blog!!!
Em minha opinião na obra em questão aqueles depósitos de lixo não ficam mesmo nada bem ali,além de inestéticos fazem um estreitamento muito grande da estrada.Mas nada como dar o beneficio da duvida e ver como fica no fim.Em relação aos turistas,é logico que as obras são incómodas,mas para haver melhoramentos temos que passar por elas...na rua em casa,nos cafes,nos hospitais...digo eu...abraço a todos

 
Às 19/5/08 , Anonymous Pollux disse...

voilá!

 
Às 19/5/08 , Anonymous Anónimo disse...

concordo! agora podem ser incomodas mas é necessario para um dia poderem desfrutar de uma rua em condiçoes.
jo

 
Às 19/5/08 , Anonymous Anónimo disse...

Ninguém repara no cansaço da vendedora e desalento da vendedora???

Protagonista de uma vida ficil???

 
Às 20/5/08 , Anonymous Anónimo disse...

Caro pollux , fui eu que vi os turistas com a malas às costas , mas já que o meu comentário foi infeliz , diga-me lá como consegue fazer chegar um autopullman de cerca de 70 lugares ,do Ginásio ao Hotel referido .Sabe a distância ?
Já agora diga-me em que pontos do percurso estão as placas a indicar o caminho para o hotel , você ...
Quem disse que tinha vergonha foi você !

 
Às 20/5/08 , Anonymous Zé Zé da Tasca disse...

Epá que discussão sem amaranho!

Não será o arrais lá do hotel a tar a pau com o caminho que s turistas têm que fazer??? e se o mar tá brave arranje um alternativo! ou não é??? que ganda tóninhos que vocês serem!!!!! ;)

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada