ll

domingo, dezembro 23, 2007

fotografia alojada em www.flickr.com
[ blog©Sesimbra - clique para ampliar ]
Como é habitual, uma grande quantidade de areia da praia foi retirada pelas marés de Inverno. Na ponta do Caneiro a praia foi substituída por um mar de pedras. Na fotografia de baixo, tirada no Verão passado, pode ver-se a mesma grande pedra que é visível na imagem de cima.The big stone of the photo bellow, taken last Summer, is the same that can be seen on the photo above, top left. As usual in Winter, a large amount of sand was removed from the beach, uncovering many stones. In Spring, it will be back.

fotografia alojada em www.flickr.com

9 Comentários:

Às 23/12/07 , Anonymous Anónimo disse...

Este ano foi valente!
Várias vezes alguns anos atrás vi as escadas de madeira do Empreendimento ficarem sem apoio, de um dia para o outro, numa só maré.

 
Às 24/12/07 , Blogger Olivier disse...

Je te souhaite un JOYEUX NOEL et te propose de venir chanter Noel sur mon DP BLOG D'EVRY. Bonnes Fêtes.


I wish you all a MERRY CHRISTMAS and invites you to come sing on my DP Noel D'EVRY BLOG. Happy Holidays.

 
Às 24/12/07 , Anonymous kundera disse...

Esta não é a Pedra Alta, mas é o pedregulho maior de Sesimbra, dado à luz por rebentamentos numa antiga gesseira.
A sua queda provocou tal estrondo que mais parecia o fim do mundo.
É o que resta a leste, primeiro a queda da pedra, mais tarde a derrocada do muro...

 
Às 25/12/07 , Anonymous Anónimo disse...

Poderá ser isto uma causa da construção do edificio California?

 
Às 25/12/07 , Blogger J.A. disse...

Não me diga que decidiram construir o edifício Califórnia por causa dos movimentos das areias?
:-)
Não, caro anónimo, esteja descansado porque isto não é consequência de nenhum edifício: é um fenómeno natural que ocorre desde que há memória.

 
Às 26/12/07 , Blogger garina do mar disse...

as ondas no Inverno têm mais "energia" e quando rebentam na praia transportam a areia para uma zona fronteira à praia onde fica acumulada... no Verão o espraiado é mais suave e torna a pôr a areia na praia...
isto se a praia estiver em equilíbrio dinâmico como estão a generalidade das praias "encaixadas"!!
na costa aberta se houver uma direcção predominante da corrente litoral, por exemplo de norte para sul como é na nossa costa Oeste, a areia é retirada e reposta mas sempre um bocadinho mais a sul... até desaparecer!

 
Às 27/12/07 , Blogger J.A. disse...

Bem... desde que não nos levem a areia, que faz cá muita falta...
:-)

 
Às 28/12/07 , Blogger garina do mar disse...

o mal é que se calhar levam...
a areia em Sesimbra tem tendência a deslocar-se de nascente para poente... ou seja vai-se acumulando do lado do porto, parcialmente contida pelo esporão em frente ao Hotel do Mar e pelo da rampa dos estaleiros mas acaba por assorear o porto!!
se depois é dragada e não a repõem a nascente...

 
Às 7/2/08 , Blogger Matz disse...

VAMOS FAZER UM TRABALHO DE GRUPO SOBRE SESIMBRA, MAIS PROPRIAMENTE A CONSTRUÇÕES DE ESPORÕES E PAREDÕES E AS SUAS VANTAGENS E DESVANTAGENS (ONDE OCORRE EROSÃO, DEPOSIÇÃO, ETC.)
O NOSSO TEMA PRINCIPAL É SOBRE ZONAS COSTEIRAS.
SERÁ QUE PODERIAM ENVIAR ALGUMA INFORMAÇÃO QUE TIVESSEM?!

AGREDECIAMOS IMENSO.

enviar para o mail: marta_claudio.91@hotmail.com

obrigado

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada