ll

quinta-feira, setembro 20, 2007

Rafael Monteiro

fotografia alojada em www.flickr.com

     No próximo Sábado, pelas 15 horas, na Biblioteca Municipal de Sesimbra, terá lugar o colóquio "Rafael Monteiro, Sesimbra e a Filosofia Portuguesa", no âmbito do qual amigos e conhecedores da vida e obra do notável sesimbrense falarão sobre a importância e o contributo de Rafael Monteiro para Sesimbra e para a Filosofia Portuguesa.
     É minha convicção que não se pode compreender Sesimbra sem compreender, antes, o que este sesimbrense descobriu e revelou sobre a sua terra. E esta compreensão estende-se desde o passado até ao futuro: Rafael Monteiro travou, no seu tempo, combates fundamentais que continuam, ainda hoje, a ser os mesmos e os mais importantes, em defesa da integridade territorial, cultural e moral da terra sesimbrense. Compreensão dos seus avanços e recuos, dos seus entusiasmos e pessimismos, mas, sobretudo, da sua extraordinária vitória sobre a ignorância e o obscurantismo, num caminho árduo por onde, como diz um fado, "só passa quem souber".

2 Comentários:

Às 24/9/07 , Anonymous Anónimo disse...

A manobra da mascarada da lota não conseguiu tirar brilho nem assistência ao colóquio onde o autor deste blogue teve uma bela intervenção.

 
Às 26/9/07 , Anonymous Anónimo disse...

Agradeço o comentário. Mas nunca me passou pela cabeça - nem passa - que a iniciativa desta quinzena dedicada a dar maior visibilidade às pescas, tenha sido planeada para dificultar a homenagem a Rafael Monteiro. Entre outras coisas discutíveis, a Ciência tem um princípio bastante sensato e que pode ser aplicado nestes casos: entre várias explicações possíveis, deve escolher-se a mais simples.
J.A.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada