ll

terça-feira, julho 24, 2007

fotografia alojada em www.flickr.com
[ blog©Sesimbra - clique para ampliar ]
Sesimbra, loja de companha: preparando o xalavar da traineira.

6 Comentários:

Às 24/7/07 , Anonymous Anónimo disse...

Estas lojas estão, como é demais sabido, gradualmente a desaparecer. Para quando uma loja/museu para mostrar como funcionam/vam?

 
Às 24/7/07 , Anonymous Anónimo disse...

uma loja museu nao é má ideia...mas a verdadeira essencia das lojas de companha, jamais poderá ser encontrada num museu...é que o cheiro, a pronuncia do pexito e as conversas em voz alta, que pareciam discussoes a quem via de fora,isso nenhum museu consegue mostrae!!
Visito todos os dias este blog, raramente comento,mas confesso que este misterio da Sesimbra antiga para mim que estou na casa dos 30 me fascina muito.
Parabens ao autor pelo bom trabalho.

 
Às 24/7/07 , Blogger J.A. disse...

Agradeço os comentários.
As lojas de companha têm diminuído apenas na proporção em que tem diminuído o número de barcos de pesca, mas ainda são numerosas e não penso que estejam a desaparecer. Mas é verdade que quase "desapareceram" da vista, ocultadas pela imagem turística e comercial da vila. Ou seja, se não as vemos, em alguma medida é porque não as queremos ver.

 
Às 24/7/07 , Anonymous Anónimo disse...

1º Anónimo ao 2º,

Talvez com vozes defundo previamente gravadas, já vi essa recriação em museus etnográficos.

O cheiro é característico de redes e de peixe. O cheiro do peixe cedo ou tarde desapareceria, mas o das redes permanece e consegue manter a tipicidade do espaço. Sem esquecer o quadro do barco pintado por "um camarada que tem jeito para a pintura" normalmente em puro estilo naif e o "certo" calendário com as senhoras mais desnudadas. E claro os posters de há vários anos do Senhor Jesus das Chagas.
UFF, já só falta mesmo o espaço!
Claro que com figuras (em cera por exemplo) seria espectacular!

 
Às 24/7/07 , Anonymous Adelaide Coelho disse...

Parece-me uma excelente ideia a loja museu, com as figuras de cera. Mas não me tirem as outras, as genuinas lojas de companha, com homens que não são de plástico ou cera. São homens de muito mar, carne, sangue, suor e lágrimas, afectos, coragem e muita generosidade. Reconheci de imediato essa loja de companha. Quando lá entro, fico sempre fascinada pela rapidez e eficiência com que o senhor Carlos e o meu querido (primo) Fernando Manso consertam as redes e os xalavares.

 
Às 31/7/07 , Anonymous Anónimo disse...

Esta foto emm breve será uma reliquia histórica.
Esperem para ver.
Gostei dessa do museu já que parece não haver memória nalgumas cabecinhas...

João Capítulo

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada