ll

quinta-feira, junho 21, 2007

     Extraordinário filme, este "Diamantes de Sangue". Duas horas e meia de bom cinema, um filme bastante emocional, particularmente nas cenas sobre a separação e reencontro da família do pescador africano, um papel extraordinário de Djimon Hounsou — originário de Benin, veio para Paris com 13 anos, onde viveu anos como sem-abrigo, obtendo comida no lixo, até ter arranjado trabalho como modelo. O filme alerta para uma catástrofe terrível que continua a ocorrer em África. Na abertura do Festroia foram apresentados alguns documentários sobre este problema, focando as crianças que são raptadas para serem integradas nas milícias rebeldes, bem como as famílias que são destroçadas pela guerra, e as mulheres violadas e transformadas em escravas sexuais, em ambos os casos com testemunhos directos das próprias vítimas. Infelizmente o tema do filme não é uma pura ficção.
     Uma boa sessão para as 4 dezenas de pessoas que a ela assistiram. Este filme tinha para mim a qualidade adicional de incluir uma grande actriz, Jennifer Connelly, que vi pela primeira vez num filme de 1990 realizado por Dennis Hoper, e que o próprio realizador veio apresentar ao Festroia: "Ardente Sedução" (The Hot Spot), um filme onde Jennifer Connelly ainda tinha a carinha redonda de adolescente. Entretanto já desempenhou grandes papéis em filmes como "Uma Mente Brilhante" (sobre a vida do matemático e economista John Nash), "Águas Passadas" e "Uma Casa na Bruma". Igualmente notável é o papel de jornalista que desempenha em "Diamantes de Sangue".

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada