ll

sábado, junho 17, 2006

When the dusk was wet with dew






























































name="MediaPlayer1"
pluginspage="http://www.microsoft.com/Windows/MediaPlayer/"
src="http://pedrocarneiro.com/images/whenthedusk.mp3"
autostart="false"
width="330"
height="40"
filename="whenthedusk.mp3"
animationatstart="-1">

When the dusk was wet with dew
[excerto - 1m:15s]
Peça de percussão a solo, composta e interpretada por Pedro Carneiro, inspirada na poesia de Sara Teasdale, encomendada pelo "Phoenix Dance Theatre" (UK) para um balet do coreógrafo Henri Oguike.
     Pedro Carneiro é um dos músicos mais dinâmicos e originais da sua geração. Aos 24 anos de idade tocou já em estreia absoluta mais de 30 obras e trabalha regularmente com um leque variado de prestigiados instrumentistas e compositores.
     Iniciou os estudos musicais na Academia Luísa Todi, em Setúbal e estreou-se aos 14 anos de idade, num recital onde interpretou, de memória, Psappha de Xenakis. Desde então tem-se apresentado regularmente como solista em algumas das mais prestigiadas salas e festivais.
     Pedro Carneiro apresentou também palestras e orientou cursos de aperfeiçoamento nas Escolas Superiores de Música de Lisboa e Porto, na Universidade de Aveiro, na Guildhall School of Music and Drama, no Royal College of Music e na Hong Kong Academy of Performing Arts. Como compositor destacam-se "Postcards", para tenor "rock" e piano e o ciclo instrumental "... e todo eu me alevanto e todo eu ardo" , sobre poemas de Sebastião da Gama.

Leia também: texto e entrevista de Helena Vasconcelos: "Nasceu uma estrela".
        To Cleïs
        (The daughter of Sappho)
    When the dusk was wet with dew,
    Cleïs, did the muses nine
    Listen in a silent line
    While your mother sang to you?

    Did they weep or did they smile
    When she crooned to still your cries,
    She, a muse in human guise
    Who forsook her lyre awhile

    Did you hear her wild heart beat?
    Did the warmth of all the sun
    Through your little body run
    When she kissed your hands and feet?

    Did your fingers, babywise,
    Touch her face and touch her hair
    Did you think your mother fair,
    Could you bear her burning eyes?

    Are the songs that soothed your fears
    Vanished like a vanished flame,
    Save the line where shines your name
    Starlike down the graying years? . . .

    Cleis speaks no word to me,
    For the land where she has gone
    Lies as still at dusk and dawn,
    As a windless, tideless sea.

                    Sara Teasdale

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada