ll

quarta-feira, abril 19, 2006

Rocamador

[ clique para ampliar ]

O "Rocamador", marcha grave, foi a primeira música que toquei na Banda de Sesimbra, na procissão da Senhora do Cabo. Era uma marcha muito simples, própria para principiantes, com notas longas, tal como se pode ver a partir do 5º compasso da pauta. Mas não foi exactamente por esta a pauta que toquei nesse dia: trata-se aqui do 1º clarinete, com aqueles floreados agudos nos primeiros e nos últimos compassos, e que só vim a tocar mais tarde. Nessa altura, limitava-me ao 3º clarinete.

O "Rocamador é uma marcha bonita. Apesar da simplicidade do tema (fá-sol, sol-fá), consegue uma dramatização através da progressão para registos cada vez mais agudos. Era daquelas marchas que calavam no silêncio da procissão do Senhor das Chagas.

Não fazia ideia do que significava a palavra Rocamador até que, anos mais tarde, fui a Sevilha e descobri que havia o culto da Virgen de Rocamador, ou Nuestra Señora de Rocamador. Hoje, através da Wikipédia, fiquei a saber que o culto teve origem numa povoação francesa com o mesmo nome. Em Portugal, "Rocamador aparece associado a várias igrejas, a hospitais, a um castelo e a uma ordem religiosa - com as inevitáveis "explicações" lendárias apoiadas em semelhanças lexicais ("reclamador", "Roque Amador").

3 Comentários:

Às 19/4/06 , Blogger António Cagica Rapaz disse...

Rocamadour é uma aldeia histórica que fica na região do Lot, perto da cidade de Cahors, famosa pelo seu vinho.
Era ponto de passagem dos caminhantes que se dirigiam a Santiago de Compostela.
As casas foram construídas na rocha, em altura, é bonito e original.
É a Idade Média a espreitar em cada canto...

 
Às 20/4/06 , Anonymous Vitral disse...

Olá....sabes em k ano saiste da banda? E k maestro estava na altura? A minha primeira saida na Banda foi a 4 de maio de 1991, ainda estava o Plinio Mosquita, aprendi com o maestro Cruz e o Arauzo kkkkk já sai, tocava trompete mas a minha irmã ainda esta na banda e não pertende sair nuncaaaaa.

 
Às 21/4/06 , Blogger J.A. disse...

Não estou certo do qual o ano, mas deve ter sido em 1966 ou 1967. Em breve colocarei no blogue uma fotografia antiga da Banda.

Também aprendi com o maestro António Cruz, que foi sempre o Regente da Banda nos anos em que lá estive. O sr. Plínio Mesquita não só era um excelente colega na Banda, como também era meu vizinho, naquele Cruzamento entre a Rua D. Afonso Henriques e a Rua Dr. Manuel de Arriaga, onde ele morava e tinha uma pequena mercearia.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada