ll

sexta-feira, abril 28, 2006

Jo vinc d'un silenci

Jordi Joan, escritor e jornalista, colaborador do jornal La Vanguardia, de Barcelona, assinala, no seu blogue A Praça das Flores, a memória do 25 de Abril vivida em Sesimbra, com a evocação de uma canção do cantautor valenciano Raimon, cuja letra tomámos a liberdade de adaptar para o português. O blogue de Jordi Joan, iniciado muito recentemente, como "portal de poesia catalana des del cor de Lisboa", merece uma visita atenta. O autor já publicou o livro "L'alè d'Ariadna" (Edicions 62 - Empúries, 2001).

Jo vinc d'un silenci

Eu venho de um silêncio
antigo e profundo
de gente que vem
do fundo dos tempos,
da gente a quem chamam
a arraia-miúda,
venho de um silêncio
antigo e profundo.

Eu venho das praças
e ruas repletas
de miúdos que brincam
e de velhos que esperam
enquanto os homens
e mulheres trabalham
nas pequenas lojas,
em casa ou no campo.

Venho de um silêncio
que não é resignado
de onde começa a horta
e acaba a secura
de esforço e blasfémia
porque tudo corre mal:
quem perde as origens
perde a identidade.

Venho de um silêncio
antigo e profundo,
das gentes sem ídolos
nem grã-capitães,
que vivem e que morrem
no anonimato,
e que nunca seguiram
discursos solenes.

Venho de uma luta
surda e constante
venho de um silêncio
que será quebrado
por quem quer ser livre
pelos quem amam a vida,
e exigem as coisas
que lhes foram negadas.

Eu venho de um silêncio
antigo e profundo
Eu venho de um silêncio
que não é resignado,
Eu venho de um silêncio
que será quebrado,
Eu venho de uma luta
surda e constante.

Raimon (1975)






























































name="MediaPlayer1"
pluginspage="http://www.microsoft.com/Windows/MediaPlayer/"
src="http://www.rr.pt/noticiaAsx.asp?ID=162519"
autostart="false"
width="240"
height="40"
filename="Raimon_jo_vinc_dun_silenci.mp3"
animationatstart="-1">


A letra original encontra-se aqui.
url do ficheiro mp3:
http://darrer.castpost.com/Raimon_jo_vinc_dun_silenci.mp3

3 Comentários:

Às 28/4/06 , Blogger JORDI JOAN disse...

Obrigado!

A tradução é óptima. Como é que a fez?

Com os melhores cumprimentos.

Jordi Joan

 
Às 28/4/06 , Blogger J.A. disse...

Obrigado. A tradução, bem... é quase literal (e tive de me socorrer da versão em castelhano). Fi-la em poucos minutos: como estava a ouvir a canção, isso ajudou a encontrar um certo ritmo. Mas fiquei na dúvida sobre se os versos "d'on comença l'horta / i acaba el secà, / d'esforç i blasfèmia / perquè tot va mal" estão adequadamente traduzidos.

 
Às 28/4/06 , Anonymous I.V. disse...

Bonita canção, e muito boa tradução.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada