ll

quarta-feira, março 15, 2006

Blogosfera

Surgiu mais um blogue associado a Sesimbra: o Habeas Copus - Sesimbra, que ali promete "colocar fotos, programas de festas, entre outra coisas...", do bar em causa.

Há um outro caso, equivalente, a que ainda não tínhamos feito referência directa, mas que já fazia parte da nossa lista de links, o Frango à Guia de Sesimbra.

Trata-se de uma outra potencialidade dos blogues: promoção comercial, ao mesmo tempo que se dão notícias das comunidades associadas aos respectivos estabelecimentos.

8 Comentários:

Às 15/3/06 , Anonymous Carpe Diem disse...

È o que se chama ser um Furão! Você sabe de tudo e de todos, qual arauto do reino. Assim, é que é!

 
Às 15/3/06 , Blogger J.A. disse...

As grande maioria das informações que são colocadas neste blogue têm origem noutras páginas da internet: jornais digitais, blogues, etç. A excepção são as fotos, pois muitas delas são originais.

Acaso isso incomode o distinto "carpe diem" (e julgo compreender porquê...) tem bom remédio: vá "carpir" para outro lado.

 
Às 15/3/06 , Anonymous Anónimo disse...

já que busca sites sobre sesimbra e de pessoas de Sesimbra aqui vai mais um:
www.marretasfc.astahost.com
Ali só jogam verdadeiros pexitos

 
Às 15/3/06 , Anonymous Carpe Diem disse...

O j.a. irritou-se comigo não percebo bem porquê...Já não se pode fazer um elogia. Se o ofendi (Como???!!)peço desculpa, mas no fundo admiro o su blog e o seu trabalho de pesquisa que acompanho diariamente.

 
Às 15/3/06 , Blogger J.A. disse...

Nas trocas de mensagens nos blogues há uma larga margem para malentendidos, e eu já tenho caído em alguns, mas não me parece que "furão" ou "arauto do reino" sejam expressões que possam ser consideradas como elogiosas.

Mas agradeço ambos os seus comentários.

 
Às 15/3/06 , Blogger J.A. disse...

carpe diem:

Não considerei que existisse qualquer ofensa, mesmo quando li a sua primeira mensagem; "ofensa" é algo bem mais grave. Mas pareceu-me, nessa primeira leitura, ser uma observação crítica, que nem sequer faz qualquer sentido: este blogue não reflecte nem noticia sequer uma pequena parte do que acontece na vila, ainda que tenha isso escrito em legenda (é expressão poética).

Um blogue é um diário pessoal (mesmo quando é colectivo) onde se espelham estados de alma, onde se fazem comentários de natureza essencialmente pessoal, mesmo quando se disfarça com linguagem objectiva (ou quando nem sequer se usam palavras, recorrendo a imagens, por exemplo). Se fala de barcos é porque o bloguista gosta de barcos - não porque os barcos sejam notícia (ainda que, simultaneamente, o possam ser). Se desatina contra a conduta moral da sociedade é, provavelmente, porque o autor acordou comos pés de fora. Etc.

Qualquer blogue, por mais "pintado" que seja, por mais objectivo, professoral ou moralista que se apresente, não passa de um espelho onde cada um se reflecte e com que cada um se exibe. Acontece com este e com todos. Daí a minha reacção.

Pode acontecer que os leitores usem os blogues como fonte de notícias, mas isso não faz de um blogue um órgão de informação público. Este é um tema que se discute muito na blogosfera. Porém, aqueles que quiserem fazer dos seus blogues órgãos informativos, terão de esclarecer os seus leitores sobre quais os seus critérios jornalísticos, creio eu.

 
Às 16/3/06 , Anonymous Carpe di disse...

joão, na zona rural chama-se "furão" a uma pessoa informada, que conhece, sabe e fala de tudo, mas tudo entenda-se cultura, não mexericos...

Arauto por tenho recebido muita informação e cultura por si. Admiro-o à muitos anos, e agradeço o seu blog e o seu trabalho de arauto e de furão. Desculpe as expressões usadas.

Arauto: s.m.1.História(idade média)oficial que levava as declarações de guerra e paz, ou anunciava as funções públicas; 2.pregoeiro; 3. (fig.)mensageiro, correio; 4. (fig.)defensor.

Furão: entre várias designações que aparecem no dicionário, diz: 3. pessoa curiosa;4. (fig.) pessoa empreendedora e dinâmica; como adj. : activo, diligente, trabalhador.

 
Às 16/3/06 , Blogger J.A. disse...

Não tem nada que pedir desculpas, pois fui eu que não percebi. Agradeço as suas palavras, seguramente exageradas no que respeita a elogios, e peço-lhe eu desculpa por ter interpretado mal.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada