ll

segunda-feira, fevereiro 20, 2006

N. S. da Aparecida chegou a terras do Brasil!


[ clique para ampliar ]

A barca N. S. da Aparecida já chegou ao arquipélago brasileiro de Fernando de Noronha. A notícia foi publicada hoje mesmo pelo portal de "Fernando de Noronha". É o seguinte o conteúdo da notícia:
Barco da Época de Cabral em Noronha
20/2/2006

«Uma embarcação portuguesa chamou a atenção de curiosos em Fernando de Noronha. A réplica de um pesqueiro da época do navegador Pedro Álvares Cabral atracou no Porto de Santo Antônio na Ilha para fazer uma parada estratégica.

«Os quatro portugueses que compõem a tripulação falaram sobre a emoção de refazer a rota de Cabral. A Barca Nossa Senhora da Aparecida ganhou esse nome porque a santa é padroeira dos dois países.

«Construído em 1961, o barco foi adaptado para seguir as normas de navegação em alto mar. Com onze metros de comprimento por três de largura, a réplica tem um bom desempenho em oceano e usa apenas as velas como meio de propulsão. O motor é exclusivo para entrar e sair dos portos.

«A expedição saiu de Sesimbra, em Portugal, no dia vinte e oito de Dezembro de 2005 e já passou por Tenerife na Espanha, São Vicente em Cabo Verde e, após a parada em Fernando de Noronha, segue para Porto Seguro na Bahia.»


Porto de Santo António, em Fernando de Noronha

A N. S. da Aparecida terá ainda que fazer muitas milhas de viagem até chegar ao seu porto de destino, mas encontra-se agora a navegar em águas mais seguras. A costa continental fica a cerca de 200 milhas. O arquipélago de Fernando de Noronha é uma das principais zonas de turismo do Brasil e situa-se a 360 Km da cidade de Natal (ver mapa). O arquipélago abriga uma importante zona de protecção ambiental e um parque marinho, tendo sido classificado pela Unesco como "património mundial natural". É constituído por 25 ilhas ou ilhotas, sendo a principal a ilha de Fernando de Noronha, com 17 Km2 (ver mapa). Leia também um pouco da sua história aqui e aqui.

6 Comentários:

Às 20/2/06 , Anonymous pelim frito disse...

Julgo ser de algum interesse esclarecer o autor da noticia do site Fernando Noronha aqui referenciado de algumas imprecisões nomeadamente no que respeita à embarcação .

 
Às 22/2/06 , Anonymous Anónimo disse...

Deviam preparar medalha de mérito municipal grau.....para a barca dado que, segundo julgo saber, nenhum dos intrépidos navegadores é natural de Sesimbra, mas esta Vila deve-lhes um agradecimento público pela seu nome que levaram ao longo de mares desconhecidos e mesmo perigosos, e até mesmo pela promoção que da Velha Piscosa fizeram!!

Bravo marinheiro! Thank you Portugal for the dream came true!!

Urban@

 
Às 22/2/06 , Anonymous pelim frito disse...

Porra , ainda não chegaram ao destino e já há gente a falar em dívidas de gratidão e medalhas , parece que há quem queira ser mais papista que o papa !

 
Às 23/2/06 , Anonymous Anónimo disse...

O meu amigo (desculpe a proximidade!)embora tenha "frito" no nome, é Pelim, mas mesmo sendo Pelim, peixe ágil e furtivo, acha que conseguia? Mesmo ainda faltando alguma água para navegar, não acha que o pior já passou?!! Você de frito, acho que não tem nada e o cérebro muito menos por isso peça uma lista dos medalhados à Câmara e compare os feitos...Sou papista justo ou não??

Urban@

 
Às 23/2/06 , Blogger J.A. disse...

A viagem empreendida pelo Alexandre Holstein, e que está quase concluída, é uma iniciativa notável a vários títulos: como prova de coragem pessoal, como homenagem às navegações das descobertas, como homenagem a Sesimbra e aos seus mareantes e construtores de barcos, como divulgação do lastro histórico de Sesimbra, como tributo ao património cultural da vila.

A própria viagem da "Nossa Senhora da Aparecida" passa a fazer parte do nosso património cultural, e preocupa-me que a barca acabe por ficar no Brasil: espero que se consiga rapidamente o seu regresso a Sesimbra.

Urban@ tem razão. Veremos como é que a vila (e aqui penso mais na comunidade do que nas entidades oficiais) encara este feito: se com a deferência que ele merece, ou apenas como mais uma curiosidade. Eu assisti à partida e, para além de familiares, entidades oficiais, gente ligada à organização e jornalistas, pouco mais havia. Veremos como será no regresso.

 
Às 24/2/06 , Anonymous pelim frito disse...

Fui ver a lista dos medalhados como me aconselharam e não constava nenhum que tivesse sido condecorado antes de se ter distinguido fosse em que actividade fosse , foram todos depois.
Já agora sabe quem foram ? E em que se distinguiram ?
Acho que não deve ir por aí ...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada