ll

sexta-feira, outubro 21, 2005

Pescador de Sesimbra ferido por tubarão



      Paulo Costa

Paulo Costa, pescador da tripulação do ‘José Leste’, foi gravemente ferido na mão, na passada segunda-feira, por uma tintureira (tubarão azul) que vinha presa no aparelho. A embarcação encontrava-se a pescar a 500 quilómetros ao largo da Madeira.

Segundo relatou ao jornal "Correio da Manhã", “O tubarão estava ferrado num anzol, quando o puxei vi que ele estava vivo. O problema é que estava vivo demais. Lançou-me contra uma janela e fiquei preso no porão com o tubarão que me mordeu a mão direita. Apesar de ter começado a perder muito sangue, nunca perdi os sentidos. Depois, com a ajuda dos outros pescadores, fiquei a salvo.”

"Perante a hemorragia, no barco foram praticados os primeiros socorros, segundo orientações prestadas por telefone, via satélite, pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes Marítimos. O pescador foi resgatado e transportado de helicóptero até à Madeira, onde aterrou às 18h30. Conduziram-no então ao hospital local, sendo depois transferido para a Clínica de Santa Catarina, onde decorreu a operação, na quarta-feira."

"A delicada acção de resgate da Força Aérea durou quatro horas e 45 minutos, executada no limite de autonomia de combustível do helicóptero Puma, perante um mar bastante agitado. À embarcação ‘José Leste’ foi indicado que deveria de se aproximar o máximo da ilha de Porto Santo, pois o helicóptero só tem autonomia de voo de cerca de 400 quilómetros. “Em auxílio do Puma, partiu da base do Montijo um avião P3-P Orion, da Esquadra 601, para localizar com precisão a embarcação”, explica o coronel Sá Barbosa, da Força Aérea."

Entretanto Paulo Costa já foi operado e encontra-se a recuperar nos hospital. “Agora só espero a hora de regressar a Sesimbra”, confessou ao jornal.
.
Continue a ler a notícia.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada