ll

domingo, março 09, 2008

fotografia alojada em www.flickr.com
[ blog©Sesimbra - Coord.: 38 31 18.14 N   9 03 37.10 W ]
Palácio do Perú, residência setecentista mandada construir por António Cremer, que em 1725 obteve a concessão real do fabrico da pólvora, em Lisboa. A construção original foi destruída pelo fogo e o edifício actual data da primeira metade do século XX, segundo desenho do arquitecto Raul Lino.
(Algumas fotos de casas de Raul Lino →).
Peru Palace. A rural residence was built here in the 18th century, by industrialist Antonio Cremer. The original building was destroyed by fire, and the present building dates from the early 20th century, designed by architect Raul Lino
(Some photos of Raul Lino houses →).

7 Comentários:

Às 9/3/08 , Blogger garina do mar disse...

o palácio é um espectáculo!! mas não faço ideia onde seja...

 
Às 9/3/08 , Anonymous Anónimo disse...

Sr. Cremer, ainda bem que encarregou o arquitecto Raul Lino de fazer os desenhos do palácio da Quinta do Perú, tiveram ambos muito bom gosto.
Se eu tivesse dinheiro e se o sr. arquitecto ainda fosse vivo, pedia-lhe para fazer os projectos das contruções da Mata de Sesimbra.

 
Às 10/3/08 , Blogger Swt disse...

I could call it home...!

 
Às 10/3/08 , Blogger J.A.Aldeia disse...

garina do mar: o palácio fica imediatamente a sul da "Quinta do Perú - turismo", que por sua vez fica imediatamente a sul da Quinta do Conde.

swt: é fácil, basta ir ao BES (que é como quem diz, família Espírito Santo).

A propósito: os investidores que compraram as Villas de Sesimbra já estão a avançar com o processo da sua reabertura, que, no entanto, ainda pode levar alguns meses. Segundo uma alta fonte, manterá a forma de apart-hotel.

anónimo: nos debates sobre a "destruição" de Sesimbra, já perguntei por exemplos da tal arquitectura que não seria agressiva (ou seja, não destruiria a imagem urbana); nunca me souberam responder, mas podiam ter dado, como exemplo, Raul Lino.

Não digo o próprio, pois já faleceu (em 1974), mas o seu espírito. Foi ele o inventor da "casa portuguesa", versão culta da arquitectura tradicional portuguesa (é o autor do palácio da Comenda, em Setúbal, e do Cine-Teatro Tivoli, em Lisboa). É uma espécie de pastiche, é verdade, mas existiram outros estilos pastiche no passado, como o neo-gótico, ou o neo-romântico, que com o passar do tempo acederam à dignidade de estilos aceites como bons. No entanto, em Portugal continua a desprezar-se a obra de Raul Lino, associando-a à filosofia ruralista do Estado Novo.

Seja como for, aí está um palácio do século XX, que não envergonha ninguém.

 
Às 10/3/08 , Blogger Swt disse...

Que boas notícias!

 
Às 11/3/08 , Blogger garina do mar disse...

obrigada! passei uma vez na Quinta da Perú mas não dei por este palácio magnífico...
o Raúl Lino tem coisas espectaculares!! outra é a antiga casa Espírito Santo junto a Santa Marta em Cascais... a casa é linda e o sítio era fantástico antes de lhe terem pespegado com o molhe da marina à frente mais aqueles edifícios que fazem lembrar sub-estações!!

 
Às 14/3/08 , Anonymous Anónimo disse...

" ... nos debates sobre a "destruição" de Sesimbra, já perguntei por exemplos da tal arquitectura que não seria agressiva (ou seja, não destruiria a imagem urbana); nunca me souberam responder ...". Não é verdade, foram mencionados o Hotel do Mar e o Bloco do Moinho, por exemplo!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Aguarelas de Turner|  O amor pelas coisas belas |  Angola em Fotos  Aldrabas e fechaduras| Amigos da Dorna Meca| Amigos de Peniche| André Benjamim| Ao meu lado| Arrábida| (flora) Arrábida| (notícias) Arrastão| @tlanti§| Atlântico Azul| Atitude 180| Badamalos| Banda da SMS|  Barcos do Norte | B. dos Navios e do Mar| Blasfémias| Blue Moon I|  Boa Noite, Oh Mestre! | Canoa da Picada|  Carlos Sargedas |  Caminhos da Memória |  Catharsis |  Caxinas... de Lugar a freguesia  | Cetóbriga| Clube Leitura e Escrita| Coelho sem Toca| Cova Gala|  Crónicas de 1 jornalista | De Rerum Natura|  Desporto Saudável | Dias com Árvores| *** Dona Anita ***| Do Portugal Profundo| El mar és el camí| Espaço das Aguncheiras| Estórias de Alhos Vedros|  Estrada do Alicerce | Expresso da Linha|  Filosofia Extravagante | Finisterra| Flaming Nora| Grão de Areia| Gritos Mudos| Homes de Pedra en Barcos de Pau| Imagem e Palavra| Imagens com água| Imenso, para sempre, sem fim| O Insurgente| J. C. Nero| José Luis Espada Feio|  Jumento  Lagoa de Albufeira| Mar Adentro Ventosga| Magra Carta| Marítimo| Mil e uma coisas| Milhas Náuticas| Molino 42| My Littke Pink World| Nas Asas de um Anjo| Navegar é preciso|  Navios à Vista |  Nazaré | Neca| Nitinha| Noites 100 alcool| Nós-Sela| Nubosidade variabel| O Calhandro de Sesimbra|  Orçadela | Página dos Concursos| Pedras no Sapato|  Pedro Mendes | Pelo sonho é que vamos| Pescador| Pexito do Campo|  A Pipoca mais Doce | Ponto de encontro| Portugal dos Pequeninos|  Praia dos Moinhos |  Quartinete | Reflexus| Rui Cunha Photography| Rui Viana Racing| Rumo ao Brasil|  Ruy Ventura | Sandra Carvalho| Sesimbra arqueológica|  Sesimbra Jobs |  Sesimbra Jovem |  Sesimbra, três Freguesias, um Concelho| Se Zimbra|  Simplicidade | Singradura da relinga| Skim Brothers| Sonhar de pés presos à cama|  Tiago Ezequiel |  Tiago Pinhal |  Trans-ferir | Una mirada a la Ria de Vigo|          Varam'ess'aiola |  Ventinhos |


Canoa da Picada